Oi, o que você está procurando?

ex-modelo

Andressa Urach estuda propostas para fazer propaganda de calcinha e cervejaria

"Jesus está dentro de nós. Jesus veio salvar os pecadores dos quais eu sou a pior", escreveu a famosa sobre quem a critica

A ex-modelo Andressa Urach, 33, já recebeu muitas propostas para voltar ao ramo atuava antes de se tornar evangélica. De acordo com apuração da reportagem, uma grande cervejaria quer que ela vire sua garota-propaganda. Agora, ela estuda a proposta e deve dar a resposta até a próxima semana.

Além disso, Andressa também recebeu propostas para fazer comerciais de lingerie e cintas. Essas ela também estuda. Não há nenhuma definição ainda. Pelas redes sociais, parece que já há quem critique a nova postura de Andressa Urach. Por isso, ela colocou um texto em resposta.

“Parem de ser chatos. Com Jesus no meu coração eu sou livre. Jesus está dentro de nós. Jesus veio salvar os pecadores dos quais eu sou a pior”, publicou.
Andressa recentemente se desligou da Igreja Universal onde permaneceu por seis anos. Em fortes depoimentos, disse ter se sentido usada e até pedido a devolução dos dízimos que teria doado ao longo dos anos.

“Nos últimos meses, passei por uma decepção tão grande que literalmente rasgou meu coração”, disse. “Não consegui nem estudar, vou ter que trancar a faculdade de jornalismo, pois não tenho cabeça para pensar sobre isso.”

Ela continuou. “Dediquei os últimos seis anos da minha vida para Jesus, como todos sabem, mas acabei me sentindo como um objeto descartável. Nunca me senti assim, nem no tempo da prostituição.”

Mais recentemente, Andressa Urach resolveu falar mais sobre os momentos em que passou na igreja. “Me levaram praticamente tudo que eu tinha, foi mais de um milhão e meio de reais que doei nesses últimos anos para a instituição. Fora o meu amor e tempo que dediquei como todos sabem”, comentou Andressa Urach que desde 2014 tinha o desejo de se tornar uma pastora.

Em seguida, revelou que não tem mais de onde tirar muito dinheiro por conta da falta de emprego. “Agora que não tenho mais dinheiro para dar, ainda fui demitida da Record. Parabéns, Igreja Universal, por levar minha alma ao inferno”, concluiu.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!