Oi, o que você está procurando?

Porto Alegre

Ambev cobra Carrefour por morte de homem negro em unidade da rede de supermercados

A fabricante de bebidas Ambev publicou em sua conta oficial no LinkedIn uma nota na qual cobra do Carrefour "medidas imediatas e efetivas"

Imagem ilustrativa (FOTO: DIVULGAÇÃO)

A fabricante de bebidas Ambev publicou em sua conta oficial no LinkedIn uma nota na qual cobra do Carrefour “medidas imediatas e efetivas” que impe√ßam novos epis√≥dios de discrimina√ß√£o como o que levou ao assassinato de Jo√£o Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos, ocorrido na noite de quinta-feira, 19, em uma unidade do Carrefour de Porto Alegre.

“Na Ambev n√£o toleramos qualquer ato de racismo ou viol√™ncia. Estamos em luto pelo assassinato brutal de Jo√£o Alberto Silveira Freitas. Para todos n√≥s, nossos funcion√°rios e a comunidade negra, a tristeza, frustra√ß√£o e medo gerados por atos recorrentes de viol√™ncia como este s√£o profundos e pessoais”, diz a nota da Ambev publicada ainda ontem.

Jo√£o Alberto Silveira Freitas foi espancado e morto por dois homens brancos que integravam a equipe de seguran√ßa da unidade do Carrefour Passo D’areia, na capital ga√ļcha. Os suspeitos, um de 24 anos e outro de 30 anos, foram presos em flagrante, sendo que um deles foi levado a um pres√≠dio militar por integrar a Brigada Militar do Rio Grande do Sul. A Pol√≠cia Civil trata o caso como homic√≠dio qualificado.

Os coment√°rios aqui n√£o refletem a opini√£o do site, e s√£o de responsabilidade do autor. O coment√°rio N√ÉO √Č PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!