Oi, o que você está procurando?

TRAGÉDIA

Morre jovem que teve 91% do corpo queimado em padaria de Birigui

Maria Magnólia tinha 20 anos e estava internada em um hospital de São Paulo; na foto, ao lado do marido, Igor - Foto: Reprodução Facebook

A jovem Maria Magnólia, de 20 anos, que teve 91% do corpo queimado após um acidente de trabalho em uma padaria em Birigui, morreu neste fim de semana em São Paulo, onde estava internada no hospital Vila Penteado. Seu estado de saúde era considerado gravíssimo.

A padaria São Carlos, onde a jovem trabalhava, emitiu uma nota de pesar no final da tarde deste domingo, em sua página no Facebook: “É com grande pesar que informamos que a nossa amiga e companheira de trabalho veio a óbito. Você jamais será esquecida, Magnólia. Sua alegria e sorriso ficarão em nossos corações para sempre. Descanse em paz, que o bom Deus nos conforte nesse triste momento e te receba de braços abertos”.

O acidente aconteceu no dia 10 de setembro. As duas mulheres, de 20 e 26 anos, foram socorridas após sofrerem queimaduras graves no interior da padaria, localizada na avenida Nelson Calixto, na Vila Germano, em Birigui. Elas estavam reabastecendo um dispositivo com álcool, usado para aquecer alimentos , quando aconteceu o acidente.

Uma delas reabasteceu o dispositivo com álcool enquanto a colega de trabalho foi acender usando um palito de fósforo. O fogo se alastrou e atingiu as duas mulheres.

O fogo se espalhou por todo o corpo da mulher de 20 anos, provocando queimaduras graves. A outra funcionária foi atingida no braço e na perna esquerda, sofrendo queimaduras mais leves. As vítimas foram levadas ao Pronto-Socorro Municipal de Birigui pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros.

Maria Magnólia teve de ser transferida para um hospital especializado em queimados, na capital paulista, devido à gravidade dos ferimentos.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!