Oi, o que você está procurando?

Efeito Coronavírus

Governo de São Paulo registra a vacina Coronavac na Anvisa

Documentos disponíveis foram enviados pelo Instituto Butantan por meio de uma plataforma oferecida pelo órgão e passarão pela avalição de técnicos

O Governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (2) que registrou a vacina Coronavac na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Os documentos disponíveis foram enviados pelo Instituto Butant an por meio de uma plataforma oferecida pelo órgão.

Segundo o governador João Dória (PSDB), esses documentos agora passarão pela avalição dos técnicos da Anvisa. Na quarta-feira (30), o governo já havia formalizado a assinatura de um contrato de parceria com a Biofarmacêutica Sinovac.

O contrato, além de garantir o fornecimento de 46 milhões de doses da vacina contra a covid- 19, também estabelece trocas de tecnologia entre a farmacêtutica e o Instituto Butantan para produção local do remédio. No acordo, 6 milhões de doses virão prontas da China e as outras 40 milhões serão produzidas em São Paulo.

“A perspectiva é que a vacina esteja pronta no dia 15 de dezembro, mas só faremos se tivermos a aprovação da Anvisa”, afirmou o governador.

Não foi o primeiro registro

A Anvisa recebeu o primeiro pedido de registro de uma vacina contra a covid-19 no Brasil na quinta-feira (1º). Trata-se da vacina de Oxford, desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, e pela empresa farmacêutica sueca AstraZeneca.

No Brasil, tem testes coordenados pela Unifesp (Universidade Federal do Estado de São Paulo) e será produzida pelo laboratório Bio-Manguinhos, ligado à Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), no Rio de Janeiro.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!