Oi, o que você está procurando?

segurança

Governo de São Paulo inaugura Deic de Araçatuba

As unidades reúnem todas as atividades de polícia especializada, trazendo mais organização e eficiência

O Governo do Estado de São Paulo inaugurou nesta terça-feira (27) as Divisões Especializadas de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil de Araçatuba e Presidente Prudente. As unidades reúnem todas as atividades de polícia especializada, trazendo mais organização e eficiência.

Em Araçatuba a Deic estava em funcionamento desde março, e agora o governo fez a inauguração oficial. “Um prazer darmos continuidade a esse programa de inaugurações. A nossa promessa era de dez unidades até dezembro de 2022 e nós entregaremos 11. E fazendo isso no momento em que já ficam prontas e disponíveis à população“, afirmou o governador João Doria, que participou virtualmente de ambas as solenidades.

Simultaneamente à inauguração da Deic de Presidente Prudente, aconteceu a de Araçatuba. A unidade especializada da Polícia Civil, subordinada ao Deinter 10, foi criada por meio de decreto em fevereiro e desde março funciona em imóvel próprio, na Rua José Pedro dos Santos, 584, no bairro Higienópolis.

Não houve reforma para abrigar a unidade, pois está instalada em prédio novo que abriga a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Araçatuba, entregue em 2018. O edifício todo conta com mais de 80 salas – das quais 20 são ocupadas pela Deic.

Há uma ala com dois andares e outra com três, contando com elevador e rampas de acordo com a lei de acessibilidade. Além de auditório para 100 pessoas, gerador de energia para casos de pane na rede elétrica, carceragem, salas cofres para drogas e armas e câmeras de vigilância.

“Nós temos aqui toda a estrutura necessária para atendimento à população, que só tem a ganhar com todo esse empenho do Governo do Estado de São Paulo”, afirmou o delegado geral Ruy Ferraz Fontes, que acompanhou o evento in loco.

As equipes, compostas por aproximadamente 40 policiais e mais de 20 viaturas, já foram responsáveis pela detenção de 438 pessoas. Além disso, beneficiando os mais de 809 mil habitantes da região, a unidade já recolheu mais de 320 quilos de entorpecentes e retirou das ruas nove armas de fogo ilegais.

“Essa é mais uma ferramenta que vamos utilizar no combate ao crime organizado, de uma forma integrada com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Capital, trazendo maior rapidez na elucidação dos crimes e desbaratamento de quadrilhas”, explicou o delegado Youssef Abou Chahin, secretário executivo da Polícia Civil.

A Deic é composta pela junção da Dise, DIG, Delegacia de Investigações sobre Homicídios, além do Setor Especializado de Combate aos Crimes de Corrupção, Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro (SECCOLD) e do GOE.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!