Oi, o que você está procurando?

indícios de fraude

China nega envio das sementes misteriosas e diz que vai colaborar na investigação

Embaixada disse que envio do grão é proibido e que verificação preliminar aponta indícios de fraude.

Crédito: Reprodução/TV Anhanguera

A Embaixada da China no Brasil negou nesta quinta-feira (1º) que pacotes de sementes misteriosas que chegaram a pelo menos 8 estados brasileiros nas últimas semanas tenham vindo daquele país. E disse estar disposta a cooperar com a investigação das autoridades brasileiras.

Na última terça-feira (29), o Ministério da Agricultura informou “até o momento, o recebimento de 36 pacotes, originários de países asiáticos, como China, Malásia e Hong Kong”.

Mas, no último dia 18, os chineses já haviam afirmado que uma verificação preliminar do China Post, os Correios do país, constatou que as etiquetas de postagem apresentam indícios de fraude.

“Sementes são artigos de envio proibido ou restrito para os países membros da União Postal Universal (UPU). Os Correios da China seguem rigorosamente as disposições da UPU e vetam o transporte postal de sementes”, disse a embaixada chinesa nesta quinta.

Suspeita de fraude

Nos Estados Unidos, aonde os pacotes também chegaram, o Departamento de Agricultura (USDA, em inglês) trabalha com a possibilidade de que as encomendas indesejadas estejam relacionadas a uma fraude conhecida como “brushing”.

O “brushing” é, essencialmente, o envio de mercadorias não solicitadas com o objetivo de registrar compras falsas.

A semente, no caso, apenas cumpre a finalidade de não deixar o pacote vazio. Isso explicaria por que as autoridades até agora não encontraram sinais de tentativas de bioterrorismo ou contaminação.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!