Oi, o que você está procurando?

Futebol

Santos e São Paulo empatam em primeiro clássico San-São do Brasileirão

Pela décima rodada da Série A, times se enfrentaram neste sábado (12) e empataram em 2 a 2

Fernanda Luz/ AGIF

Tudo igual no primeiro clássico San-São do Brasileirão Assaí 2020! Neste sábado (12), Santos e São Paulo se enfrentaram pela décima rodada da competição, na Vila Belmiro, e empataram em 2 a 2.

Com o resultado, o Tricolor Paulista perdeu a chance de colar ainda mais no líder Internacional, mas aparece momentaneamente no segundo lugar da tabela, com 18 pontos. O Peixe, com 15, ocupa a sexta posição.

O jogo

O clássico começou com o São Paulo tomando iniciativa na Vila Belmiro, pressionando bem a saída de bola do Santos. O que logo resultou no primeiro gol do Tricolor. Aos sete minutos, Luan Peres foi desarmado por Gabriel Sara, que ficou na cara de João Paulo e finalizou no cantinho para tirar do goleiro e fazer 1 a 0.

O Peixe, tentando sair da pressão alta, conseguiu o empate em jogada de bola parada. Aos 29, Carlos Sánchez cobrou escanteio com veneno na grande área, e Madson subiu bem para cabecear e deixar tudo igual. O ritmo da partida ficou ainda mais agitado, com os dois times criando boas chances, mas foi a equipe são-paulina que levou a melhor aos 37.

Novamente com liberdade para invadir a área, Gabriel Sara iniciou a jogada e lançou Igor Vinícius, que cortou para trás e cruzou rasteiro na área. O meia chegou batendo de primeira, colocado, para marcar o seu segundo gol no confronto: 2 a 1.

Em desvantagem no placar, o Santos voltou para o segundo tempo buscando mais o ataque. Logo no primeiro minuto, Soteldo roubou a bola de Diego na esquerda, e cruzou na medida para Sánchez, que cabeceou com perigo muito perto da trave são-paulina.

Depois, em falta de ataque, a bola sobrou para Lucas Braga, parado na defesa de Tiago Volpi. O Peixe seguiu tentando e, aos 20, Lucas Lourenço tabelou com Pituca na entrada da área e chutou forte de direita, perto de Volpi.

Após alguns minutos de paralisação por queda de energia nos refletores da Vila Belmiro, o time da casa conseguiu o empate. Aos 45, Marinho cobrou falta mandando uma bomba de canhota para dar números finais ao clássico: 2 a 2.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!