Oi, o que você está procurando?

COVID

Pai do sertanejo Cauan apresenta melhora e deixa a UTI

João Luiz Máximo segue tratamento no apartamento de um hospital de Goiânia e ainda precisa da ajuda de aparelhos para respirar

Foto: Reprodução/TV Globo

João Luiz Máximo, pai do cantor Cauan, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta sexta-feira (4/9) e segue tratamento em apartamento de um hospital em Goiânia.

Segundo boletim médico divulgado pela família, João Luiz continua com alguns equipamentos de suporte em oxigenioterapia, mas apresenta melhora clínica nos últimos dias.

“[Ele] fez tomografia de tórax ontem, que ainda mostra importante comprometimento pulmonar, mas tem melhora clínica diária. Os exames de laboratórios continuam melhorando. Ainda depende de oxigenioterapia contínua (24h por dia), mas em menor concentração e menor quantidade de oxigênio do que antes”, diz o boletim.

Cauan, da dupla sertaneja com Cleber, recebeu alta nas últimas semanas após ficar com 75% do pulmão comprometido pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Já a mãe do cantor, Shirlei Máximo, também ficou internada no mesmo hospital mas não chegou a ser internada na UTI. Ela também já recebeu alta do unidade hospitalar.

Cauan pede desculpas

Após se curar do coronavírus e deixar o hospital, o cantor Cauan Máximo, pediu desculpas por um vídeo em que aparece ironizando a doença (veja abaixo).

Na imagem, gravada em março, o artista bate no peito e “brinca” que não tem medo do vírus. Atualmente, o músico disse estar arrependido pela forma como agiu e pediu que as pessoas “deem a importância que a Covid merece”.

“Eu me arrependo. Aquilo foi uma infelicidade muito grande. Uma ignorância que eu paguei caro. Eu quero pedir desculpas mesmo e me retratar, me retratar como? Pedindo que as pessoas deem a importância que a doença merece, a importância que a Covid merece”, disse em entrevista ao Fantástico.

O cantor citou ainda “vários erros” que cometeu durante a pandemia. Ele acredita que tenha transmitido o vírus aos pais dele, que atualmente estão hospitalizados com a doença.

“Infelizmente, cometi vários erros nessa pandemia […]. Por exemplo, meus pais estavam isolados já há cinco meses e, Dia dos Pais, eu estive com eles. E você exagera ali na emoção. Eu acredito que a gente tenha excedido um pouco. Num vacilo, eu transmiti pro meu pai. Minha mãe foi contaminada a posteriori, porque meu pai passou para ela. Então, o isolamento é essencial”, relata.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
59