Oi, o que você está procurando?

BALANÇO

Região de Araçatuba reduz furtos em geral e de veículos no mês de julho

Estupros também caíram no período; roubos em geral, a banco e extorsões mediante sequestro ficaram estáveis

A região de Araçatuba fechou o mês de julho com queda nos furtos em geral e de veículos e nos estupros. Os roubos em geral, a banco e as extorsões mediante sequestro apresentaram estabilidade.

Nos furtos em geral houve diminuição de 35,3% – foram 464 ocorrências no mês passado, contra 717 em julho de 2019 (253 casos a menos). É a primeira vez na série histórica, iniciada em 2001, que a indicador fica abaixo 600.

Nos furtos de veículos a diminuição foi de 24,3%, já que a soma dos boletins de ocorrência desta natureza passou de 37 para 28. O total também é o menor apresentado pela análise histórica do período.

Os roubos em geral ficaram estáveis com 52 registros desta modalidade criminosa nos meses de julho de 2019 e 2020. Já os roubos de veículos oscilaram de dois para três e os roubos de carga de zero para um.

O indicador de roubo e banco na região de Araçatuba permaneceu zerado, assim como vem ocorrendo ao longo de toda a série histórica – o mesmo acontece com as extorsões mediante sequestro.

Outros indicadores

No sétimo mês do ano, os estupros recuaram de 28 para 20 casos. No mês passado, foram registrados um caso e uma vítima de latrocínios – o indicador ficou zerado em julho de 2019.

Os casos e vítimas homicídios oscilaram de dois para três, se comparados os meses de julho de 2019 e 2020. As taxas dos últimos 12 meses (de agosto de 2019 a julho de 2020) ficaram em 9,34 casos e 9,47 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes.

Produtividade

O trabalho das polícias paulistas na região de Araçatuba, em julho deste ano, resultou em 324 prisões e na apreensão de 23 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 114 flagrantes por tráfico de entorpecentes.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
89