Oi, o que você está procurando?

Araçatuba

Promotor arquiva acusação contra funcionário de mercado por injúria racial

O promotor de Justiça responsável pelo caso da produtora cultural Flávia Nascimento dos Santos, que registrou boletim de ocorrência alegando ter sido enforcada e expulsa por um funcionário de um supermercado, em Araçatuba (SP), arquivou as acusações de injúria racial e constrangimento ilegal.

De acordo com o registro policial, a jovem alegou que fazia compras no estabelecimento quando começou a ser seguida por um funcionário e questionou sobre o motivo. Logo depois, chegou outro funcionário e houve uma discussão entre os três. Veja o video mais abaixo:

Câmeras de segurança do supermercado registraram a confusão. Nas imagens, é possível ver que Flávia se aproxima de um carrinho de compras e joga os produtos no chão. Em seguida, um funcionário a segura pelo pescoço.

De acordo com o Ministério Público, o arquivamento das acusações de injúria racial e constrangimento ilegal foi feito depois da análise de depoimentos de testemunhas e dos envolvidos.

Contudo, a Justiça ainda analisa a possível contravenção penal cometida pelo funcionário que aparece nas imagens colocando a mão no pescoço da jovem. A lei prevê prisão de 15 dias a três meses, ou multa.

Se o homem for condenado, a Justiça ainda pode optar pela prestação de serviços à comunidade ou pelo pagamento de cestas básicas para entidades sociais.

A assessoria do supermercado informou que só se manifestará depois de uma decisão da Justiça. A defesa da jovem disse que vai pedir à Justiça que as denúncias de constrangimento ilegal e injúria racial não sejam arquivadas.

Relembre o caso:

Empresária diz que foi agredida e expulsa de mercado por funcionários, em Araçatuba

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
32