Oi, o que você está procurando?

SANTA CATARINA

Prefeito vai iniciar testes com ozônio via ânus contra Covid-19

O prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), afirmou que estima gastar até R$ 50 mil no tratamento de ozonioterapia contra o coronavírus. De acordo com informações do G1, a prefeitura já gastou mais de R$ 4,5 milhões com a dispensa de licitação para a compra de ivermectina e cânfora, medicamentos sem eficácia comprovada conta a Covid-19.

Em entrevista ao Bom dia Santa Catarina, Morastoni explicou que a recomendação como medida de tratamento será feita em pacientes confirmados e a um grupo de 146 pacientes.

“Ozônio é baratíssimo. A instalação nós temos, os recursos humanos são as nossas próprias equipes que temos no município. Vamos gastar R$ 40 mil, R$ 50 mil, no máximo, para fazer um estudo desta natureza com uma contribuição sensacional para a saúde pública do Brasil”, disse o prefeito.

A Prefeitura aguarda aprovação da Associação Brasileira de Ozonioterapia para começar a pesquisa e verificar os efeitos do ozônio nos pacientes com a doença.

Tratamento sem eficácia

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) não recomenda a ozonioterapia para tratamento do coronavírus. O Conselho Federal de Medicina (CFM) informou que os médicos que não seguirem as normas vigentes poderão ser punidos.

Em nota, o CFM reforçou que a “ozonioterapia não é válida para tratar casos de Covid-19 ou outras doenças” e que não é liberada, com exceção de “ambiente de estudos científicos”.

Morastoni, entretanto, defende o uso da técnica e afirmou que é usada em muitos países com comprovação de benefícios contra inúmeras doenças. Ele tem esperanças de que essa pesquisa comprove cientificamente os efeitos no combate ao vírus.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
42