Oi, o que você está procurando?

Restrição

PM proíbe uso de ‘mata-leão’ em abordagens policiais no estado de SP

Proibição acontece depois que abordagens policiais com a chamada chave cervical foram compartilhadas nas redes sociais

Golpe conhecido como mata-leão

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo informou nesta sexta-feira (31) que o manual de defesa pessoal da Polícia Militar está passando por revisão e o procedimento de imobilização chamado chave cervical, o popular “mata leão”, está proibido nas abordagens policiais no estado.

De acordo com o G1, a revisão foi confirmada pela Polícia Militar paulista, que, por meio de nota, disse que “busca permanentemente aperfeiçoar a prestação de serviço à sociedade e modernizar seus protocolos de atuação”.

“Atualmente, a instituição realiza estudos p ara avaliar as técnicas de contenção durante as detenções de suspeitos, sendo que a chave cervical não mais será empregada”, afirmou a PM.

A proibição do mata leão acontece dias depois que um vídeo circulou nas redes sociais, em 24 de julho, mostrando policiais militares dando uma chave de braço e sufocando um jovem na cidade de João Ramalho, no interior de São Paulo.

Em nota sobre o caso, a PM afirmou que a equipe fazia patrulhamento quando viu um motociclista com uma moto sem placas e trafegando sentido a saída da cidade. Em seguida, o rapaz percebeu a viatura e tentou fugir, retornando para o município.

Os policiais fizeram o acompanhamento, dando ordem de parada, que foi desobedecida pelo suspeito. Ele teria continuado na fuga e ultrapassado parada obrigatória na via.

“Sendo abordado entrando no portão social da residência localizada na Rua Clóvis dias Valente. Na abordagem, o condutor desobedeceu à ordem legal e seus familiares investiram contra os policiais para agredi-los, puxando a motocicleta e o condutor, além de desacatarem os policiais proferindo diversas ofensas”, afirmou a corporação.

Ainda segundo a nota, foi usada a “força moderada” para levar o motociclista e outro rapaz à delegacia por desacato e pela fuga com veículo sem documentação.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!