Oi, o que você está procurando?

retomada da economia

Governo cria novos critérios para evolução à fase verde do Plano SP

Para passar à fase verde do Plano SP, a região precisa ter no máximo 40 internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e 5 óbitos, no máximo, por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias

O Centro de Contingência do coronavírus do governo de São Paulo implementou dois novos indicadores fixos que determinam que, para passar à fase verde do Plano SP de retomada da economia, a região precisa ter no máximo 40 internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e 5 óbitos, no máximo, por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

A mudança foi chamada de ajuste com o objetivo de aperfeiçoar os indicadores para manutenção na fase verde, evitando que regiões que reduziram sensivelmente os seus números sofram mudanças abruptas de fase, sem que de fato a pandemia tenha se agravado nestes locais.

O Plano São Paulo foi concebido com três indicadores para monitoramento da transmissibilidade e da evolução da doença: de novos casos, de óbitos e de internação hospitalar. Estes indicadores foram concebidos para serem analisados de forma comparativa, sempre observando o resultado da semana com os índices da semana anterior.

Agora, com este aperfeiçoamento e para preservar a estabilidade das fases, sempre que a região estiver dentro dessa faixa de internações e óbitos, eles serão preponderantes com relação a possíveis alterações nos dados comparativos de internações e óbitos da semana.

Caso a região ultrapasse 5 óbitos ou 40 internações por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, a classificação dos indicadores seguirá as regras gerais já vigentes.

Academias

A partir de agora os vestiários de academias estão liberados para uso dos frequentadores, seguindo os critérios sanitários previstos no Plano São Paulo.

A recomendação de autoridades da Saúde é que as pessoas permaneçam em casa se puderem, principalmente idosos e portadores de doenças crônicas. O uso de máscaras em locais de acesso público e no transporte coletivo é obrigatório em todos os 645 municípios.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
59