Oi, o que você está procurando?

pistola 380

Discussão entre casal termina com disparo de arma de fogo em Araçatuba

Uma discussão entre um casal, envolvendo um policial militar de 45 anos e sua esposa, de 43, terminou com disparo de arma de fogo no interior da residência, no bairro Alto Boa Vista, zona oeste de Araçatuba, na noite desta segunda-feira (24). O homem estava nervoso e ameaçou matar a família e se matar durante o desentendimento.

Policiais militares foram acionados para comparecer no local onde havia ocorrido um disparo de arma de fogo. De acordo com o boletim de ocorrência, o casal discutiu depois que a mulher descobriu um relacionamento extraconjugal do marido. Ele se exaltou e pegou uma pistola, que estava no quarto de hóspedes.

A mulher ficou com medo e pediu para a filha, uma adolescente, entrar em contato com pastores para que eles pudessem intervir. Depois houve nova discussão e acabou ocorrendo o disparo da arma, que atingiu uma cama. Na versão do policial, a mulher teria pego a arma, que acabou disparando no momento em que ele tentava desarmá-la.

O homem permaneceu trancado no quarto, com a filha, até a chegada dos pastores. Quando policiais militares chegaram no imóvel a mulher se recusou a abrir a porta, e dizia que o marido estava ameaçando matar a todos caso a polícia entrasse.

Os PMs conseguiram convencer o colega de farda a autorizar a entrada no imóvel, e ele foi encontrado aparentemente tranquilo, conversando com os pastores, e foi em direção à equipe entre a sala e a saída. Questionado a respeito do ocorrido, ele deu sua versão sobre o caso e, espontaneamente, entregou o armamento junto com as 17 munições e o carregador para os policiais.

A filha do casal relatou que seus pais discutiram e vendo que a situação poderia piorar, interveio para acalmá-los. Ela teria ouvido quando o pai pegou uma arma particular e deu um tiro no colchão do quarto de visitas, e disse que não queira que ninguém se intrometesse se não mataria a todos e em seguida tiraria a própria vida. A menina ligou para os pastores da igreja para acalmar seu pai, e ficou abraçada com ele tentando acalmá-lo.

Não houve agressão entre as partes, mas em razão do susto a mulher passou mal e foi socorrida pelo Samu até um hospital particular. A pericia esteve no local e recolheu um projetil e uma cápsula deflagrada. A arma foi apreendida e o policial envolvido será ouvido em inquérito para melhor apuração dos fatos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
36