Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Bolsonaro comenta afastamento de Witzel: “O Rio tá pegando”; Witzel rebate

“Estou incomodando prendendo miliciano?”, questionou Witzel, durante anúncio à imprensa, nesta manhã.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou com um apoiador carioca o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Durante breve conversa na saída do Palácio da Alvorada nesta sexta-feira (28/8), o chefe do Executivo perguntou se o simpatizante estava acompanhando a situação.

“O Rio tá pegando aí. Tá sabendo já? Quem é teu governador?”, perguntou Bolsonaro ao carioca. “É o vice [Cláudio Castro]”, respondeu. “Tem que estar acompanhando aí”, retrucou Bolsonaro, aos risos.

Aliado de primeira hora na campanha de 2018, Witzel se tornou um dos principais adversários políticos do presidente no campo da direita. Na reunião do dia 22 de abril, Bolsonaro chegou a se referir ao governador como “estrume”.

O ex-capitão do Exército chegou a acusar Witzel de manipular politicamente a Polícia Civil do estado para tentar associar a família Bolsonaro à morte da vereadora Marielle Franco.

Witzel rebate

“Estou incomodando prendendo miliciano?”, questionou Witzel, durante anúncio à imprensa, nesta manhã. “Isso é um ultraje à democracia”, prosseguiu o governador fluminense. “Estou realmente preocupado com o caminho que o Brasil está tomando. Eu já falei como as democracias morrem, é aniquilando adversários”.

Ele ainda questionou as supostas provas levantadas contra ele. “Uma busca e decepção que não encontrou um real, uma joia. Simplesmente, mais um circo sendo realizado”, afirmou Witzel.

Ele alegou também que a Procuradoria-Geral da República (PGR) está se especializando em perseguir governadores com investigações rasas, além de buscas e apreensões preocupantes.

“[Somos] vítimas do uso político e possível da instituição. Bolsonaro já declarou que quer o Rio de Janeiro, já me acusou que quer perseguir a família dele. Me preocupo muito com essa questão política que hoje estamos vivenciando”, disse.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
42