Oi, o que você está procurando?

Meio ambiente

Restauração ecológica ganha parceria em Araçatuba

Em videoconferência, município apresentou plano de proteção das nascentes e de restauração das áreas de preservação

A articulação do Programa Município VerdeAzul (PMVA), da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), inspirou o município de Araçatuba a criar um plano de proteção de nascentes e de restauração ecológica para áreas de preservação, conectando espaços que precisam ser restaurados a quem precisa cumprir as obrigações ambientais.

O projeto foi apresentado ao secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, em reunião por videoconferência nesta terça-feira (7). “O projeto vem ao encontro do Nascentes e atende a diretiva de restauração ecológica do PMVA. É uma soma de conhecimentos, um ganho ambiental inestimável para todos. E vale lembrar que a questão ambiental é fundamental para atrair investimentos. Então, é grande a possibilidade de caminharmos juntos”, destacou.

A iniciativa prevê o levantamento das áreas de proteção permanente no município de Araçatuba que precisam receber projetos de restauração ecológica. Até o momento, o programa Das Fontes à Foz, do Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran), já cadastrou toda a bacia do Córrego dos Espanhóis e a previsão é de que o levantamento das áreas do município seja concluído nos próximos dois meses.

Conexão

Anunciante

De acordo com o presidente do Siran, Fábio Brancato, o projeto organiza áreas para compensação ambiental e faz a conexão com parceiros que querem implantar um projeto de restauração ecológica.

“Essa articulação entre proprietário, prefeitura e parceiros é um grande exemplo do município de Araçatuba. É o Nascentes em nível municipal com ganhos ambientais para todos”, destacou o subsecretário de Meio Ambiente, Eduardo Trani.

O diretor geral do Instituto de Botânica, Luiz Mauro Barbosa, explicou que a restauração poderá ser realizada com todo o apoio da instituição, que auxiliará na escolha das espécies mais adaptadas à região e ao manejo adequado do plantio.

O próximo passo será o primeiro plantio, previsto para a segunda quinzena de agosto. Segundo o prefeito, Dilador Borges, o projeto de proteção das nascentes e de restauração das áreas de preservação segue as premissas das políticas de valorização e preservação do meio ambiente do município.

Anunciante

Participaram da videoconferência o coordenador do Município Verde Azul, José Walter Figueiredo Silva, a assessora técnica da SIMA, Lúcia Sena, Juliana Ortega, do Programa Nascentes, o secretário Municipal de Meio Ambiente, Lucas Savério Proto, o consultor da Coopercitrus, Sérgio Gostardi Paoliello, e os diretores da AES Tietê Emerson Viveiros e Odemberg Veronez.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!



Anunciante