Oi, o que você está procurando?

MACABRO

Filho mata o pai de 92 anos à pauladas por achar que ele era um vampiro, nos EUA

Homem ainda fez um ritual com velas para "prender" o espírito do pai, e ficou ao lado da cama por dois dias para lhe enfiar uma estaca no coração

Um homem norte-americano foi condenado a 30 anos de prisão por ter espancado o próprio pai, de 92 anos, até à morte. Ao justificar o crime às autoridades, Douglas Novak afirmou que pensava que seu pai “era um vampiro”.

Durante o júri, Novak contou que após ter ciência do “lado sombrio” do pai, o espancou até a morte em sua casa, localizada na localidade de Hempfield, no estado norte-americano da Pensilvânia. Logo após, arrastou o corpo para sua cama. Por lá, ficou dois dias ao lado do pai “à espera que ele acordasse para poder lhe pregar uma estaca no coração, porque é assim que se matam os vampiros”, conforme relatou ao juiz.

Enquanto isso, Douglas acendeu uma série de velas ao redor da cama e iniciou um ritual com o objetivo de “prender” o espírito do pai. As velas acabaram causando um incêndio, que alertou as autoridades e permitiu a descoberta do crime macabro.

O advogado do homem alegou que Novak sofre de distúrbios mentais, como transtorno bipolar e esquizofrenia, e que não tomou sua medicação quando atacou o pai. Porém, a acusação afirmou que em seu primeiro interrogatório, o homem tinha confessado que atacou o pai por ele ter lhe tirado o telefone celular.

Anunciante

A irmã de Douglas foi ouvida e relatou que o homem tinha uma relação conflituosa com o pai e que tinha por hábito recusar tomar a medicação.

Apesar de manifestar remorsos, Douglas foi condenado a uma pena de 30 anos de prisão mas, devido ao historial de doença mental, poderá sair em liberdade condicional daqui a 10 anos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!



Anunciante