Oi, o que você está procurando?

Efeito Coronavírus

Alunos da Unesp desenvolvem inovação para apoiar desempregadas durante pandemia

Projeto conquistou primeiro lugar no Desafio USP COVID-19; solução ajuda mulheres na viabilização de fontes de renda

Divulgação/Agência Unesp de Inovação

Rebecca Crepaldi e Giovanni Biondi, integrantes de um grupo de universitários com dois estudantes da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Bauru, no interior de São Paulo, conquistaram o primeiro lugar na maratona tecnológica “Desafio USP COVID-19”.

Rebecca é estudante de Jornalismo, já fez parte do movimento Empresa Júnior, e foi selecionada em 2019, por meio de um edital feito pelo Santander Universidades em parceria com a Agência Unesp de Inovação (AUIN) e a Assessoria de Relações Externas da Unesp, para realizar um curso intensivo de empreendedorismo na Babson College, instituição internacionalmente reconhecida na área.

Giovanni é aluno do curso de Design, bolsista de graduação da AUIN por meio do convênio com o Santander Universidades e bastante articulado em iniciativas de empreendedorismo e inovação, tendo conquistado outros prêmios como a primeira colocação na competição “Jovens Inovadores Sicredi”.

Conscientes dos problemas socioeconômicos acarretados pela pandemia, tais como o desemprego e o aumento da violência doméstica, os alunos criaram o “Appadoca”, solução que ajuda as mulheres a se capacitarem e a viabilizarem uma fonte de renda com a venda online de produtos de padaria.

Concurso

Realizado entre os dias 21 e 24 de maio, o desafio teve o objetivo de estimular a criação de soluções para resolver problemas gerados pela crise do novo coronavírus. Ao todo, o evento recebeu 890 inscrições e, dessas, 100 alunos foram selecionados para participar da maratona. Os estudantes, então, foram divididos em categorias com diversas temáticas:

– Desafio 1: “Aprimorar a educação a distância”;

– Desafio 2: “Manter diferentes negócios B2C presenciais operando em época de quarentena”;

– Desafio 3: “Ajudar pessoas atingidas pelo desemprego conjuntural a gerar renda em meio a quarentena”;

– Desafio 4: “Propor novos produtos para a melhoria da saúde e bem-estar coletivo durante e após a quarentena”;

– Desafio 5: “Proporcionar a manutenção da saúde mental durante o isolamento”.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!