Oi, o que você está procurando?

“Capture the flag”

PF faz operação contra hackers suspeitos de divulgarem dados de Bolsonaro

Imagem ilustrativa

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (26/06), a operação “Capture the flag” (Capture a bandeira, na tradução para o português) com o objetivo de combater organização criminosa de hackers, especializada na invasão de sistemas informatizados de órgãos públicos, para fins de exposição indevida de dados privados de servidores e autoridades públicas.

Teriam sido eles os responsáveis por expor, nos últimos meses, informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e de seus familiares.

A operação, deflagrada nos Estados do Rio Grande do Sul e Ceará, conta com a participação de 20 policiais federais, que dão cumprimento a três mandados judiciais de busca e apreensão.

De acordo com o Inquérito Policial, integrantes do grupo hacker investigado obtiveram e expuseram de forma ilícita dados pessoais de mais de 200 mil servidores e autoridades públicas, com o objetivo de intimidar e constranger tanto as instituições quanto as vítimas, que tiveram seus dados e intimidade expostos.

Segundo a apuração, a organização teria invadido sistemas de universidades federais, prefeituras e câmaras de vereadores municipais nos estados do Rio de Janeiro, Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul, de um governo estadual e diversos outros órgãos públicos. Somente no Rio Grande do Sul, foram mais de 90 instituições invadidas pelos hackers.

Há indícios, ainda, da prática de outros crimes cibernéticos por parte da organização criminosa, como compras fraudulentas pela internet e fraudes bancárias.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!