Oi, o que você está procurando?

Coronavoucher

Pedido de auxílio emergencial é feito em nome de Marcola, líder do PCC

Foto: Rafaela Felicciano/ Metrópoles

Entre os milhares de requerimentos para receber o auxílio emergencial do governo federal, um chama a atenção. Trata-se de pedido feito em nome do líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola. Ele cumpre pena no Presídio Federal de Brasília, onde estão outros integrantes da facção considerados extremamente perigosos.

Até a manhã desta quinta-feira (25/06), o nome de Marcola constava como sob análise no site da Caixa Econômica Federal. Após a Dataprev ser acionada pela reportagem do Metrópoles, o requerimento foi retido, por estar sob suspeita.

A Dataprev disse que o CPF em questão “já está na blacklist do seu banco de dados, assim como outros informados pelo Depen (Departamento Penitenciário Federal)”. Às 13h, a reportagem consultou o cadastro novamente e constava que o “requerimento estava retido para processamento adicional”.

Fontes do Departamento Penitenciário Federal (Depen) confirmaram que a solicitação foi feita, mas alertaram que fraudadores podem ter utilizado os dados do interno para solicitar o benefício, uma vez que o acesso à internet é terminantemente proibido no sistema federal.

A reportagem apurou, ainda, que o Depen, apesar de não ser o responsável por fiscalizar e liberar qualquer recurso federal referente ao auxílio faz, paralelamente, um levantamento dos nomes dos internos que podem ter sido usados em fraudes ou por familiares. Alguns chegaram a receber a quantia. Os dados serão enviados ao Dataprev.


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!