Oi, o que você está procurando?

Preocupação

Internações por síndrome respiratória aumentam na região noroeste paulista

Foto: Reprodução/Google

O aumento nos índices de internação e a falta de medicamentos em hospitais da região noroeste paulista preocupam as autoridades da Saúde.

Na Santa Casa de São José do Rio Preto (SP), 48 pacientes seguem internados em enfermaria, o que representa 95% da ocupação. Em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 26 pessoas ocupam 75% dos leitos.

Em maio, o Hospital de Base estava com 5% dos leitos de enfermaria ocupados. Um mês depois, o número saltou para 22%. O índice de ocupação na UTI é de 35%.

“O nosso desafio é entregar neste final de semana, em tempo recorde, uma nova UTI e uma nova enfermaria para atender a demanda crescente da interiorização da Covid-19”, afirma Amália Tieco, diretora administrativa do HB.

Segundo o Hospital de Base, a nova UTI deve atender a demanda crescente por leitos para receber pacientes diagnosticados com Covid-19. Atualmente, a unidade é referência para dois milhões de moradores em 102 municípios da região.

Catanduva

A situação de ocupação dos leitos em Catanduva (SP) também é preocupante.

Os hospitais Padre Albino e o Emílio Carlos, além de atenderem a população local, recebem pacientes de outras 18 cidades da região, tanto para atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) quanto para alguns convênios particulares.

Segundo as unidades hospitalares, a taxa de ocupação dos leitos é maior que a média regional e, atualmente, gira em torno de 45%

O número de pacientes que dão entrada nos hospitais com coronavírus ou com sintomas da doença também está aumentando.

No mês de março, eram 23 pessoas internadas com suspeita e apenas um caso confirmado. Em junho, o número de internados com suspeita de coronavírus subiu para 104, enquanto o número de pacientes confirmados é de 46.

“Se essa situação perdurar, possivelmente teremos problemas graves. Por isso, é muito importante orientar a população”, afirma o Secretário de Saúde de Catanduva, Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior.

Diante do aumento de número de casos e das taxas elevadas de ocupação dos leitos, a diretora de saúde da fundação padre albino fez um apelo à população e reforçou a importância de não afrouxar as medidas de prevenção contra a doença neste momento.

“Se tiver que sair às ruas que use máscara, álcool em gel, não participe de aglomerações, festas, filas. Somente dessa forma, conseguiremos vencer a pandemia”, afirma a diretora da Fundação Padre Albino, Renata Rocha Bugatii.

Fernandópolis

Nesta sexta-feira (19), a Santa Casa de Fernandópolis (SP) atingiu 100% da ocupação dos leitos de UTI destinados para pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de coronavírus. A informação foi divulgada pelo hospital.

De acordo com a Santa a Casa, a unidade conta com seis leitos intensivos. Atualmente, há quatro pacientes diagnosticados com a doença e dois aguardando resultado de exame. Ou seja, não há mais vagas disponível em UTI.

Em enfermaria, existem oito pacientes internados. Quatro testaram positivo para Covid-19 e os outros ainda estão sendo tratados como suspeitos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!