Oi, o que você está procurando?

POLÊMICA

Após “caso Bilynskyj”, delegado ganha fã clube com 12 mil seguidores

Um inquérito foi aberto após Paulo Bilynskyj ser atingido por seis disparos pela então namorada, a modelo Priscila Delgado

Após levar seis tiros supostamente da então namorada, Priscila Delgado, de 27 anos, em uma briga de casal, o delegado Paulo Bilynskyj, 33 anos, conquistou apoiadores nas redes sociais. Em menos de um mês, dois fã-clubes foram criados para homenageá-lo, sendo um deles com 12 mil seguidores.

Com o nome “paulobilynskyj_fc” no Instagram, o perfil é atualizado frequentemente com notícias do estado de saúde do delegado, que recebeu alta na última terça (2/6) após 13 dias internado. Uma investigação sobre o caso ainda está em curso na Polícia Civil de São Paulo.

A primeira imagem postada pelo fã clube foi em 21 de abril, com os dizeres: “Independentemente do que tenha acontecido, a justiça será feita (assim espero), meu desejo é que seja feita para ambas as partes”. Em seguida, postaram uma foto do delegado com uma legenda em defesa da atividade policial.

“Talvez você já tenha dito ou pensado ‘tomara que esse policial morra’, ‘que policial arrogante’ ou ‘quem é você seu policialzinho?’. Porém, acredito que poucas ou nenhuma vez você deve ter agradecido por ter tido uma noite tranquila de sono enquanto eles faziam as rondas em sua rua”, escreveu.

Anunciante

Quem está por trás deste fã-clube, contudo, ainda tem a identidade desconhecida. O Metrópoles entrou em contato, mas até a última atualização desta matéria não obteve resposta. Há, ainda, outro perfil que homenageia o delegado, com 382 seguidores. O responsável por atualizar as postagens não respondeu às mensagens da reportagem.

Entenda

O delegado foi encontrado baleado no apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo, na manhã do último 20 de maio. A namorada de Bilynskyj foi achada com um tiro no peito. Ela foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A versão do policial endossa que Priscila teria atirado contra ele após se revoltar com mensagens lidas no celular do delegado à ex-namorada dele. Em vídeo, Bilynskyj afirmou que ela efetuou seis disparos contra ele e depois deu um tiro em si mesma.

Investigações em andamento

A Polícia Civil e a Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo ainda tentam desvendar o que aconteceu no apartamento do delegado naquele 20 de maio. As hipóteses giram em torno de: tentativa de homicídio seguida de suicídio; feminicídio; homicídio; e legítima defesa.

Anunciante

A versão contada por Paulo é que Priscila teria atirado seis vezes contra ele após ver uma mensagem da ex-namorada do policial no celular dele. Em seguida, a modelo teria se matado. Contudo, a marca de tiro, na altura do peito da modelo, é uma das questões que intrigam os investigadores.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H






Anunciante
Anunciante
Anunciante