Oi, o que você está procurando?

separando briga de casal

Acusado de matar homem esfaqueado dá sua versão para o crime e é preso ao se apresentar na Delegacia

O ajudante de pedreiro Diomar Delfino, 24 anos, se entregou no Plantão Policial de Araçatuba três horas depois de matar esfaqueado o lavrador Luciano Izidro da Silva, 31 anos, neste sábado, no bairro Verde Parque, zona norte de Araçatuba. Ele foi ouvido, apresentou sua versão para o crime, disse que a briga começou na noite anterior, quando separou uma briga de casal envolvendo Silva e a esposa.

Ele declarou na policia que participou de um churrasco na casa da vítima Luciano, e em dado momento, Luciano começou a brigar e a agredir a própria esposa. Para impedir as agressões, o Diomar segurou Luciano, enquanto este agarrou no pescoço do indiciado Diomar, mas foram contidos por um outro homem.

Luciano disse que iria pegar uma faca, e por isso, Diomar fugiu abrigando-se em sua casa, onde colocou a geladeira na porta, por medo de Luciano. Este foi até a casa de Diomar, chutou a porta, disse que iria matá-lo, bem como disse: “de hoje não passa”, mas não conseguiu entrar no imóvel e foi embora.

Diomar saiu de sua residência e foi dormir na casa de sua irmã, mas tomou conhecimento de que Luciano passou a madruga toda em sua perseguição. Neste sábado, por volta de 10h30min, Diomar estava na frente da casa da sogra de Luciano, com outras pessoas, quando Luciano surgiu de carro, desceu e disse: “vou te matar. Vem me enforcar agora”.

Na sequência, Luciano desferiu um tapa no rosto de Diomar, o qual caiu, e em seguida viu Luciano indo para o rumo do carro dele. Diomar sacou uma faca que estava em sua cintura e desferiu uma facada nas costas de Luciano. Mesmo assim, Luciano foi em direção de Diomar, mas este conseguiu abaixar e desferir outra facada, que acertou na barriga de Luciano, que na sequência foi dominado com uma “gravata” no pescoço.

O acusado sacou outra faca que estava em seu corpo e desferiu o terceiro golpe em Luciano, não sabendo o local atingido. Luciano pediu para Diomar parar e então este cessou as agressões. Testemunhas que estavam pelo local separaram a briga, momento em que Diomar foi embora, ao ficar sabendo que o irmão de Luciano estava a caminho, e por receio de ser encontrado, Diomar procurou ajuda na delegacia.

Leia também:

Homem é assassinado a facadas no Verde Parque, em Araçatuba. Acusado se entrega na delegacia

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!