Oi, o que você está procurando?

serviço social

Restaurante Bom Prato passa a servir refeições de graça à população em situação de rua

Medida é válida para os meses de junho e julho, segundo o governo do Estado

O Bom Prato foi inaugurado em julho de 2018 em Araçatuba; após a pandemia, as refeições passaram a ser fornecidas em embalagens descartáveis, para viagem

O programa Bom Prato passa a oferecer refeições gratuitas à população em situação de rua a partir da próxima segunda-feira (1º). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (29) pelo governador João Doria (PSDB). A gratuidade será estendida até 30 de julho nas 59 unidades do Estado de São Paulo.

Conforme Doria, o programa deverá atender, principalmente, a população de rua. Para o fornecimento gratuito das refeições em junho e julho, o governo investiu R$ 2 milhões. “Isso reflete a nossa preocupação para o lado social e para atender a esta camada fragilizada da população em situação de rua”, declarou o governador.

A secretária de Desenvolvimento Social do Estado, Célia Parnes, disse que 15 mil pessoas previamente cadastradas pelos municípios receberão um cartão para retirar as refeições por 60 dias, de forma gratuita. “A gratuidade tem como foco as pessoas em situação de rua, uma população que tem múltiplas vulnerabilidades”, enfatizou.

A partir de segunda-feira (1º), com a adesão dos municípios, a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado firmará convênio de cooperação com as Prefeituras. A iniciativa estabelece a gratuidade das refeições mediante a apresentação de cartão com QR Code, e cabe às Prefeituras a quantificação, identificação e localização dos beneficiários, bem como a entrega dos cartões de gratuidade e o monitoramento da prestação dos serviços.

Anunciante

O sistema, desenvolvido em parceria com a Prodesp, possibilita com que a Secretaria de Desenvolvimento Social administre de forma tecnológica a distribuição das refeições por meio de um cartão com QR Code, o que permite ao Governo do Estado manter os serviços públicos em pleno funcionamento.

“A gratuidade de uma alimentação de qualidade e balanceada, como a que servimos no Bom Prato, permite ao Governo de São Paulo garantir a segurança alimentar desta população, além de assegurar a melhoria em suas defesas frente a esta pandemia”, afirma a Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Até então, o Bom Prato oferecia almoço a R$ 1,00 e café da manhã a R$ 0,50. Em Araçatuba, o restaurante Bom Prato de Araçatuba oferece 1.500 refeições por dia, sendo 1.200 almoços e 300 cafés da manhã.

Após o início da pandemia de covid-19, todas as unidades do Bom Prato passaram a atender no sistema de viagem, com embalagens descartáveis, horários estendidos para evitar aglomerações e marcação nas filas para garantir o distanciamento entre as pessoas.

Anunciante

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H






Anunciante
Anunciante
Anunciante