Fique Ligado!

Oi, o que você está procurando?

Ministério da Saúde

Com assinaturas de técnicos, Saúde republica o novo protocolo da cloroquina

Governo havia divulgado documento na quarta sem nenhuma assinatura. Após críticas, servidores indicados pelo ministro assinam nova versão

Imagem ilustrativa

As críticas à divulgação do novo protocolo para o uso de cloroquina e hidroxicloroquina como tratamento para a Covid-19 sem a assinatura de responsáveis técnicos ecoaram no Ministério da Saúde. Um dia após a publicização do documento, o órgão reenviou o arquivo à imprensa com o nome de sete servidores comissionados.

Como justificativa para a inclusão tardia das assinaturas, o Ministério da Saúde informou que “o tema vinha sendo discutido no âmbito do Ministério da Saúde por seu corpo técnico” e que “para deixar clara a participação e o envolvimento de todas as secretarias, os titulares das pastas assinaram o documento ainda na quarta-feira”.

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, não assina o protocolo, mas seus secretários sim. A página com os nomes registra sete servidores:

A nova versão do documento, que prevê a adoção da cloroquina como tratamento para infecção por coronavírus desde os primeiros sintomas, só tem uma página a mais do que a versão original.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H



Anunciante
Anunciante
Anunciante