Oi, o que você está procurando?

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Prefeitura de Araçatuba não realiza obras e Museu Marechal Cândido Rondon completa três anos fechado

Município conseguiu aprovação da Câmara para abrir crédito adicional de R$ 350 mil para a reforma do espaço, em junho do ano passado

Museu foi fechado no dia 16 de janeiro de 2017, após vistoria que teria apontado risco de desabamento e ao patrimônio

O Museu Histórico e Pedagógico Marechal Cândido Rondon, que conta a história de Araçatuba por meio de seu acervo, está fechado há mais de três anos, mesmo após a Câmara Municipal ter aprovado um crédito adicional de R$ 350 mil para a Prefeitura reformar o espaço, em junho do ano passado.

O museu foi fechado pela então secretária municipal de Cultura, vereadora Tieza Lemos Marques (PSDB), hoje presidente do Legislativo araçatubense, no dia 16 de janeiro de 2017, após vistoria que teria apontado risco de desabamento e ao patrimônio.

Ao enviar o projeto à Câmara pleiteando os recursos para as obras do museu, a Prefeitura informou aos vereadores que, dos R$ 350 mil previstos para a reforma, R$ 300 mil seriam usados para obras e instalações e R$ 50 mil para equipamentos e materiais permanentes. Os recursos são do Fundo Municipal de Apoio à Cultura.

Conforme o município, a revitalização do museu previa obras e infraestrutura, recuperação e adequações para acessibilidade para que o espaço possa ser reaberto.

CÂMARA SETORIAL

Questionada sobre as obras que ainda não foram realizadas, nove meses após a aprovação do crédito adicional, a Prefeitura informou que a reforma precisa da aprovação da Câmara Setorial de Patrimônio, que fez alguns apontamentos sobre o projeto das obras que foram encaminhados à Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação.

Segundo o município, após a conclusão destas alterações/sugestões pelo Planejamento, o projeto será novamente encaminhado para análise da Câmara Setorial de Patrimônio. “Estamos aguardando a finalização do projeto para novo envio à Setorial”, informou a assessoria de imprensa, por meio de nota. Ainda segundo o município, os R$ 350 mil continuam disponíveis na conta do Fundo Municipal de Apoio à Cultura.

SEM PRAZO

A Prefeitura não deu um prazo para a conclusão do projeto nem para o início e o término das obras do museu, portanto, não há previsão de quando o museu será reaberto à visitação.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
39