Oi, o que você está procurando?

Campeonato Paulista

Palmeiras empata sem gols com a Inter de Limeira

© Reuters

Uma atuação estéril, de pouco brilho, levou o Palmeiras ao quarto empate seguido no Campeonato Paulista. O Alviverde usou força máxima devido ao adiamento da próxima rodada da Libertadores, em virtude da pandemia de coronavírus, atuou a maior parte do segundo tempo com um jogador a mais, e ainda sim, ficou no 0 a 0 com a Inter de Limeira, neste sábado, no Major José Levy Sobrinho, o Limeirão.

O duelo, pela 10ª rodada do estadual, também marcou o quarto jogo seguido sem vitória da Inter. Com o resultado, o time da casa foi a 11 pontos, a dois do Mirassol, segundo colocado do Grupo C, é de três pontos. O Palmeiras é vice-líder da Chave B, com 19 pontos, os mesmos do líder Santo André, que tem um jogo a menos.

EM MARCHA LENTA
Com o calor de 32ºC e o gramado pesado do Limeirão, o Palmeiras demorou a engrenar. Somente aos 18 minutos, menos por inspiração e mais por erro adversário, Willian conseguiu lançar Luiz Adriano, que de cara com Rafael Pin, bateu em cima do goleiro. O Bigode ficou com o rebote na risca da área, mas isolou. Do lado do Inter, ficou a bronca por um suposto pênalti não marcado logo no primeiro minuto.

MUITOS CARTÕES
O lance mais trabalhado do Alviverde veio aos 34, novamente com chance em dobro. Primeiro, Dudu foi lançado na direita, descobriu Bruno Henrique na área, e o volante bateu para defesa de enorme reflexo de Pin. No rebote, Rony tinha o gol aberto, mas pegou mascado e saiu com bola e tudo. Nos minutos finais, muitas faltas e cartões. Ao todo, o Palmeiras teve quatro amarelados na metade inicial – entre eles Felipe Melo, para o protesto de Luxemburgo.

SEMPRE ELE…
Ainda nos acréscimos do primeiro tempo, Dudu acertou a trave. E jogo recomeçou para etapa final da mesma forma: com o camisa 7 chutando de fora da área, mas dessa vez colocado e com boa recuperação do goleiro.

SEM INSPIRAÇÃO
Aos sete minutos do segundo tempo, a Inter de Limeira teve Airton expulso justamente após o atacante levantar muito o pé e atingir Viña. A partir daí, o jogo foi de um ataque sem brilho do Palmeiras contra a compacta defesa dos comandados de Elano (aquele). A equipe da capital até teve algumas chances. Lucas Lima, pegando sobra na área, e Rony, de pé esquerdo, de fora da área, exigiram boas defesas de Rafael Pin. Mas foi pouco. No último lance do jogo, Marcos Rocha ainda foi expulso por segundo amarelo, houve princípio de confusão, e a partida se foi sem gols.

PRÓXIMOS JOGOS
Caso não haja mudanças motivadas pelo surto de COVID-19, haverá Derby entre Palmeiras e Corinthians no próximo domingo, às 16h, em Itaquera. No mesmo dia, o Leão, por sua vez, enfrenta o Oeste às 19h, novamente no Limeirão.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
36