Fique Ligado!

Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Maia defende cortar salários dos parlamentares, juízes e servidores

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira (24) que partidos articulam a elaboração de uma proposta prevendo a redução dos salários de servidores públicos e parlamentares durante o período da crise do coronavírus no país.

Em entrevista à GloboNews, Rodrigo Maia defendeu que os três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, devem dar uma “contribuição” neste momento.

“Os partidos estão tratando disso e, certamente, eles vão apresentar uma proposta coletiva, de todos, que acho que represente a posição pelo menos de parte dos partidos políticos”, afirmou.

O objetivo é que a economia para os cofres públicos ajude a mitigar os efeitos da queda de receita do governo federal nos próximos meses.

“Todos sabem que haverá empobrecimento da população e todos sabem que a renda do brasileiro vai ser menor. Então, todos os poderes precisam contribuir, inclusive os deputados, os juízes, os fiscais de renda, todos os servidores”, disse.

Após a entrevista de Maia, o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), um dos articuladores da proposta, afirmou que o objetivo é propor uma redução escalonada de salários

Após a entrevista de Maia, o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), autor da proposta, afirmou que o objetivo é propor uma redução escalonada de salários:

zero para quem ganha até R$ 5 mil;
10% para quem ganha até R$ 10 mil;
20% a 50% para salários superiores a R$ 10 mil.
De acordo com o deputado, a intenção é fazer a proposta tramitar junto com a que o governo enviará em relação aos trabalhadores privados.

Anunciante

Segundo o texto, a redução terá duração excepcional, enquanto permanecer o estado de calamidade pública aprovado pelo Congresso na última semana, isto é, até 31 de dezembro deste ano.

Leia também:   Bolsonaro deve demitir Mandetta ainda nesta segunda-feira

Além disso, pela proposta, a redução nos salários teria validade inicial de três meses, podendo ser prorrogada por igual período.

Servidores das áreas de saúde e de segurança pública que estejam trabalhando durante o estado de calamidade pública não poderão sofrer cortes em seus salários. A economia com a redução salarial seria integralmente repassada ao Ministério da Saúde para a utilização em ações de combate à pandemia do novo coronavírus.

Ressalvas
Rodrigo Maia ressalvou que a medida não atingiria os servidores da “linha de frente” do combate ao coronavírus, como “os médicos, os policiais que estão na rua, todos aqueles que estão cuidando de forma mais presente da vida dos brasileiros”.

“Todos os outros vão ter que contribuir. Mas eu não gosto dessa questão do deputado, do servidor público. Todos são servidores públicos, e tenho certeza que os partidos estão dialogando e vão construir um caminho por onde a gente mostre de forma clara que a política, os agentes públicos, dos três poderes, também precisam e, certamente, darão a sua contribuição”, afirmou.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte: G1

Mais lidas – 24H



pandemia

O município de Birigui registrou, nesta segunda-feira (6), os dois primeiros casos positivos de covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. A informação é do Departamento...

combate à covid-19

O governador João Doria (PSDB) prorrogou a quarentena no Estado de São Paulo por mais 15 dias, de 8 a 22 de abril. Com...

"ESTUDO NO LAR"

A Prefeitura de Araçatuba está lançando o Programa Estudo no Lar, para os alunos da rede municipal voltarem às aulas estudando em casa, durante...

EUA

Uma tigresa do zoológico do Bronx, em Nova York, testou positivo para a COVID-19, informou a instituição neste domingo (5), e acredita-se que o...

‘coronavoucher’

A Caixa Econômica Federal deve anunciar nesta segunda-feira, 6, como funcionará a liberação dos 600 reais do auxílio emergencial a trabalhadores informais, conhecido como...

Dados Atualizados

Boletim da Vigilância Epidemiolígia, divulgado na tarde desta segunda-feira (6), informa que oito pacientes que moram em Araçatuba testaram positivo para a covid-19. Conforme...

Desgaste

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir ainda nesta segunda-feira o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em meio à crise do novo coronavírus. O...

combate ao novo coronavírus

A Prefeitura de Birigui publicou nesta segunda-feira (6), mais dois decretos que trazem medidas temporárias e emergenciais no município para o combate ao novo...

SOLIDARIEDADE

O casal Rodolpho Valentini Neto e Marina Bonato Siqueira, de Araçatuba, decidiu mobilizar voluntários para a produção de máscaras para profissionais de saúde e...

SAÚDE PÚBLICA

A Prefeitura de Araçatuba contratou o Laboratório São Paulo Análises Clínicas LTDA. para fazer testes que identifiquem o novo coronavírus. A expectativa é de...

RECEPTAÇÃO

Um homem de 22 anos foi preso na última sexta-feira no Mato Grosso após ser flagrado com uma tornozeleira eletrônica desligada, informa o UOL....

Dados Atualizados

O governo do Estado de São Paulo atualizou neste domingo, 5, o registro de mortes pelo coronavírus. Em todo o Estado são 275 mortes, um aumento...

Anunciante
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998