Oi, o que você está procurando?

violência doméstica

Dois são presos em flagrante após agredirem e ameaçarem ex-companheiras

Dois homens foram presos em flagrante, após agredirem e ameaçarem de morte as ex-companheiras em Penápolis. Os casos ocorreram em um intervalo de duas horas. Um dos acusados pagou fiança de R$ 1 mil e responderá ao processo em liberdade.

A primeira ocorrência foi no imóvel de uma dona de casa, de 25 anos, na rua São João, na Vila Martins, na noite de domingo (15). De acordo com o boletim de ocorrência, ela contou que, na parte da manhã, o ex-companheiro, um mecânico, de 23, foi até o local, agredindo-a e ameaçando-a de morte.

Por volta das 22h, ele retornou e, mais uma vez, proferiu ofensas contra a ex-companheira. Uma equipe da PM esteve no local e abordou o acusado, que negou o crime. Ele precisou ser contido e levado ao plantão policial para prestar esclarecimentos.

O delegado plantonista arbitrou fiança de R$ 1 mil para que respondesse ao processo em liberdade. Como a quantia não foi paga, o rapaz seria encaminhado para uma unidade prisional da região. A vítima passou por atendimento médico e solicitou medidas protetivas garantidas pela lei Maria da Penha.

CIDADE JARDIM

Já na madrugada desta segunda-feira (16), um pintor de 34 anos foi preso por policiais militares depois de agredir a ex, de 30. O caso foi na rua Antônio Prudêncio, no bairro Cidade Jardim. Quando a equipe da PM chegou ao local, se deparou com a vítima segurando uma faca e o acusado dois tijolos.

Ambos soltaram os objetos que carregavam após pedido dos militares. A mulher contou que o acusado havia saído do imóvel para levar o filho dele embora, já que ela teria repreendido o enteado. Ao retornar, o pintor agrediu a vítima com socos na cabeça.

Ele ainda pegou uma faca e foi em direção da mulher, atingindo-a em uma das mãos. O pintor negou o crime. Levado ao plantão policial, o delegado arbitrou fiança R$ 1 mil para que respondesse ao processo em liberdade. Como a quantia foi paga, o acusado foi ouvido e liberado. A vítima passou por atendimento médico. (Por: Ivan Ambrósio – Jornal Interior)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
37