Oi, o que você está procurando?

SAÚDE PÚBLICA

Araçatuba registra o primeiro caso de sarampo do ano

Araçatuba registrou, nesta quinta-feira (12), o primeiro caso de sarampo em 2020. Trata-se de uma menina de um ano e quatro meses que apresentou os sintomas no dia 14 de fevereiro. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde.

A paciente se encontra em bom estado geral, em sua casa. Com a confirmação do caso, foi realizado o bloqueio nas imediações da residência da criança.

O bloqueio consiste em aplicar a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, em todos os moradores das proximidades, para evitar a propagação do vírus da doença.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa que estava erradicada no País, mas, desde o ano passado, voltou a aparecer. Em 2019 foram registrados 18,2 mil casos de sarampo em 526 municípios.

Em São Paulo, foram registradas 14 mortes e uma em Pernambuco. O maior número de casos também foi registrado em São Paulo, 16 mil. Em Araçatuba, foram confirmados 11 casos de sarampo em 2019.

VACINAÇÃO

O Ministério da Saúde passou a realizar campanhas de vacinação com o objetivo de conter o avanço da doença. Este ano, a primeira fase da campanha teve início no dia 10 de fevereiro e segue até esta sexta-feira (13), para vacinar crianças a partir de 5 anos a adolescentes de 19 anos de idade.

Em Araçatuba, desde o início da campanha, 4.656 crianças compareceram às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e 198 foram vacinadas. Não há meta a ser atingida, segundo a Vigilância Epidemiológica do município, e ainda há doses disponíveis nas unidades de saúde.

Durante a campanha, também está sendo ofertada a vacina contra a Febre Amarela a todas as crianças nascidas a partir de 2013 que ainda não receberam a dose de reforço. É importante que pais ou responsáveis levem às UBS a carteirinha de vacinação da criança, com objetivo de registro das doses aplicadas.

A segunda etapa da campanha nacional ocorre de 3 a 31 de agosto, e será voltada para o público de 30 a 59 anos.

CALENDÁRIO

Devido ao aumento de casos de sarampo em alguns Estados, todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas, tomando a chamada dose zero. Já a primeira dose deve ser aplicada quando as crianças completarem 12 meses (1 ano) e a segunda, aos 15 meses de idade.

SINTOMAS

Os sintomas do sarampo são febre acompanhada de tosse; irritação nos olhos; nariz escorrendo ou entupido; falta de apetite e mal-estar intenso. Em três a cinco dias, podem aparecer outros sinais, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
34