Oi, o que você está procurando?

segurança

Operação Carnaval Mais Seguro reforçará a segurança em todo o Estado

O esquema especial de policiamento das polícias Militar e Civil, com apoio da Técnico-Científica, incluí uso de tecnologia, cães farejadores, aeronaves e delegacia móvel

As polícias Civil e Militar, com apoio da Técnico-Científica, realizam a Operação Carnaval Mais Seguro para reforçar a segurança da população durante todo o período do feriado prolongado, especialmente na Capital, onde haverá mais de 600 blocos carnavalescos. O esquema especial contará com uma média de 15 mil policiais por dia.

“Fizemos um planejamento especial para tornar o carnaval de São Paulo o melhor do país. Além de monitoramento nas estradas e de reforço nos transportes de grande capacidade, montamos uma mega operação policial preventiva. Drones, helicópteros e equipamentos de reconhecimento facial, além de sete delegacias da mulher, funcionando 24 horas por dia, contribuirão para melhorar a segurança dos que vão às ruas para curtir o carnaval”, destacou o governador João Doria.

As ações preventivas e ostensivas serão intensificadas ao longo do período de Carnaval para combater crimes, inclusive os de cunho sexual. Para isso, serão instalados postos de apoio nos principais corredores de desfiles de blocos e no Sambódromo. Também haverá tendas de acolhimento compostas por mulheres de diversos setores para prestarem atendimentos em situação de vulnerabilidade ou assédio. Em cada uma delas terá uma PM feminina.

A Secretaria da Segurança Pública atuará com todo o contingente policial administrativo, escolar, técnico e operacional. Por parte da PM, serão uma média de 12,9 mil policiais militares diariamente, incluindo os que integram a atividade Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem), que será empregada em horários de maior demanda operacional, em todos os eventos carnavalescos públicos do Estado de São Paulo.

A Operação Carnaval Mais Seguro conta também com reforço no número de viaturas e de aeronaves, além do uso da tecnologia. Em média, 12 helicópteros Águia do Comando de Aviação da PM (CavPM) estão destacados para o patrulhamento diário no Estado. Os locais de eventos contarão ainda com monitoramento em tempo real por meio do Dronepol – em média 50 drones por dia. O Sistema Olho de Águia será utilizado no equipamento e nas aeronaves, transmitindo imagens ao Centro de Operações da PM – Copom para que atitudes suspeitas sejam rapidamente identificadas.

Participam ainda da operação policiais militares do Choque, dos Policiamentos Rodoviário, Ambiental e de Trânsito e do Corpo de Bombeiros. O Canil da PM será utilizado para a detecção de drogas, por meio de cães farejadores, com uma média de 18 PMs e cinco animais por dia.

Além disso, a PM realizará durante todo o período ações relacionadas à Operação Direção Segura (ODS), em diferentes locais do Estado de São Paulo, para coibir as infrações e garantir a segurança no trânsito. Os trabalhos serão realizados em 25 pontos diários de bloqueio/fiscalização pelo CPTRan e 110 pontos diários pelo CPRv. Para isso, estarão empenhados em média mais de 500 militares por dia, com apoio de mais de 260 viaturas.

Os aeroportos de Congonhas e Cumbica, na Capital e Grande São Paulo, e o de Viracopos, em Campinas, serão reforçados com policiamento ostensivo e investigativo.

Polícia Civil e Técnico-Científica

A Polícia Civil atuará ao longo do feriado prolongado com uma média de 1,9 mil agentes e realizará operações que serão desencadeadas em locais de concentração de foliões e blocos por todo o Estado.

Os plantões nas unidades policiais serão aprimorados e reforçados para garantir agilidade no atendimento ao público. Além disso, o Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD) apoiará os trabalhos com a utilização do novo Sistema de Reconhecimento Facial. A ferramenta, inaugurada em janeiro, irá monitorar procurados pela Justiça e pessoas desaparecidas.

A Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), por sua vez, trabalhará com uma média de 160 profissionais e manterá força tarefa, sobretudo, no litoral paulista, dando continuidade à Operação Verão.

Durante todo o período a ação será monitorada em um Centro Estadual de Gerenciamento do Carnaval Mais Seguro 2020, que será instalado no Centro de Operações Integradas (COI) da Capital. A Força-Tarefa será composta por todas as secretarias e órgãos públicos estaduais e da União.

Capital

A PM e PC, em conjunto com outros órgãos, desenvolveram um planejamento especial de ações a serem empregadas durante a realização do Carnaval de Rua de São Paulo. O efetivo contará com um reforço diário de mais de 8 mil PMS e 500 PCs, e contará com postos de comando nos grandes corredores dos megablocos.

Para garantir a segurança na região do Sambódromo do Anhembi, nos dias de desfiles, serão destacados em média, diariamente, mais de 400 PMs e PCs que ficarão posicionados em pontos estratégicos. Além disso, haverá intensificação do policiamento na avenida Paulista, com a utilização da Cavalaria e drones, e nos transportes públicos, incluindo terminais rodoviários.

Por parte da PC, haverá plantão ininterrupto no Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) para atendimento de ocorrências de tráfico de drogas e, como já ocorre, nas sete Delegacias de Defesa da Mulher (DDM).

Também haverá reforço no plantão da Delegacia de Polícia de Investigações sobre Pessoas Desaparecidas, do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), no Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) para atendimento de casos envolvendo bebidas e na quantidade de posições de atendimento do Centro de Operações – Cepol.

Somado a isso, ficará estacionado na Praça do Patriarca, durante todo o período, uma delegacia móvel. Além disso, a 1ª Delegacia Seccional de Polícia – Centro estará focada no combate a quadrilhas que furtam e roubam telefones celulares na região.

Além do Centro Estadual de Gerenciamento, as atividades na Capital e região metropolitana serão monitoradas em um centro de gerenciamento instalado no Centro de Operações da PM (Copom). O local também contará com reforço na quantidade de atendimento 190 nos horários de pico – das 16h às 04h.

Policiamento no litoral sul e norte

O litoral também contará com reforço no policiamento durante o carnaval. Além do efetivo existente, o Comando de Policiamento do Interior do litoral sul (CPI-6) estará atuando com o reforço de 750 policiais militares da Operação Verão + Seguro. O mesmo ocorre cm o litoral norte, que contará com o reforço de 150 PMs para o Comando de Policiamento do Interior – 1 (CPI-1).

As duas regiões também terão apoio do Policiamento Rodoviário por meio do aumento diário de 12 viaturas para o Litoral Norte, de 20 para o Sistema Anchieta/Imigrantes e de 17 para o Litoral Sul.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!