Connect with us

MT

Homem estupra diarista contratada pela internet e depois pede desculpas

Publicado

em



Uma jovem de 27 anos foi vítima de estupro ao oferecer serviços de limpeza no site OLX e aceitar trabalhar na casa de um homem desconhecido, em Cuiabá. O suposto crime ocorreu em janeiro, mas só foi registrado na última sexta-feira (7).

A vitima não soube precisar o bairro onde tudo aconteceu, mas descreveu o crime em um boletim de ocorrência registrado na Delegacia Especializada na Defesa da Mulher de Cuiabá.

Conforme o boletim de ocorrência, ela divulgou seus serviços de diarista na OLX para poder se manter, após uma separação recente.

Encontro em ponto de ônibus

O suspeito entrou em contato com ela via chat do site, perguntou o preço dos serviços e mandou o endereço pelo chat do aplicativo.

Como ela não encontrou o endereço no Google, ele se ofereceu para buscá-la em um ponto de ônibus e ela aceitou.

Assim que ela se desceu no ponto, o homem se identificou e ela entrou no carro dele, de cor prata.

Ele começou a andar dizendo que iria para casa e que pagaria pelo serviço quando estivesse finalizado. Porém, após virar várias vezes, entrou em uma rua cercada de mato e começou a fazer perguntas pessoais à vítima.

Entre o questionamento, ele perguntou se a jovem não queria ser namorada dele. Em seguida, começou a dar em cima dela e passar a mão no corpo dela.

Depois, puxou a calça dela, a puxou para o colo dele e, enquanto ela batia nele e tentava sair do carro – mas a porta estava trancada -, a estuprou.

Pedido de desculpas

Com o estupro concretizado, ele pediu desculpas, desligou o carro, destravando a porta, e permitiu a saída da jovem. Ela saiu correndo, desorientada, pegou um ônibus sem destino e fugiu até chegar no centro de Cuiabá.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
O Livre
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998