Oi, o que você está procurando?

INFRAESTRUTURA

Samar apresenta investimentos em serviços de água e esgoto

Na contramão do cenário do país, que apresenta números alarmantes sobre a falta de saneamento básico, com 83% de atendimento à população com água tratada, 58% de coleta de esgoto e apenas 46% de esgoto tratado, Araçatuba está entre as melhores cidades do país no ranking do saneamento com 100% de abastecimento de água tratada; 99% do esgoto coletado e 100% do esgoto tratado.

Números como esses foram apresentados pelo diretor técnico da Samar, Rondinaldo Lima, na manhã desta quarta-feira (29), para membros do Comsaba (Conselho Municipal de Saneamento Básico).

O encontro foi realizado na sede da Aean (Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Alta Noroeste) e, além de apresentar um relato detalhado da atual situação do saneamento em Araçatuba e das ações que estão sendo realizadas, Rondinado Lima também falou dos próximos investimentos previstos para os serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto no município.

De acordo com o diretor técnico da GS Inima Samar, os investimentos realizados pela empresa nos últimos anos são para preparar Araçatuba para o futuro. “A cidade já é universalizada. Agora, o mais importante é manter a qualidade desses serviços, preparando as estruturas para garantir a segurança hídrica com o desenvolvimento e crescimento do município”, enfatiza.

Entre os destaques de grandes obras, está a reversão das bacias de esgoto da zona norte da cidade. A obra, de mais de R$ 33 milhões, deverá ser entregue oficialmente para o município nas próximas semanas. Trata-se de uma das maiores obras de saneamento de Araçatuba, considerada a solução definitiva de passivos ambientais e destravamento econômico dos parques industriais.

Para o mês de março está previsto o início da obra para construção de uma nova estação de tratamento de água no complexo Baguaçu; que reforça a produção de água para mais de 60% da população.

Até o mês de maio, a GS Inima Samar deverá inaugurar a usina de secagem térmica de lodo, um projeto inovador na América Latina que deverá reduzir em até 80% os resíduos gerados no processo de tratamento de esgoto.

A região norte, que representa 30% da população da cidade, será beneficiada com um novo reservatório de água tratada, para atender o crescimento populacional daquela região.

Outros investimentos também estão sendo realizados para diminuição de perdas, que hoje representa 36% da produção; automação dos painéis de controle dos sistemas de produção, conclusão das obras de setorização e a redundância do sistema de abastecimento do bairro Jussara, que passará a receber água do complexo Baguaçu, caso haja interferência no sistema do poço profundo.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!