Oi, o que você está procurando?

IBGE

Reajuste do salário mínimo fica abaixo da inflação

Piso nacional foi fixado em R$ 1.039 pelo governo, com alta de 4,1%. IBGE divulgou nesta sexta índice de 4,48%

O reajuste do salário mínimo de R$ 998 para R$ 1039, anunciado pelo governo no final do ano passado, ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 4,48%, usado como referência para a correção do piso nacional.

No dia 31 de dezembro, o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória com o novo valor do salário mínimo, que representou um reajuste de 4,1% em relação a 2018 – alta, portanto, menor que a do INPC, cujo resultado foi divulgado na manhã desta sexta-feira pelo IBGE.

O IBGE também divulgou o resultado do IPCA, índice de inflação usado nas metas de inflação do governo, que ficou em 4,31%, acima portanto dos 4,25% fixados como o centro da meta.

Nova fórmula

Pela primeira vez desde 2010 o reajuste do salário mínimo não seguirá parâmetros quer permitem um ganho real. A antiga fórmula, que vigorou até a virada de 2018 para 2019, previa que o piso nacional fosse reajustado pela inflação do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

Anunciante

Isso permitiu que, nos momentos de crescimento econômico, o ganho do mínimo superasse a inflação, ajudando a reduzir desigualdades e estimulando o consumo das famílias. A regra, no entanto, também fez aumentar as despesas públicas acima da inflação, o que contribuiu para a piora do resultado das contas do governo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!



Anunciante