Connect with us

FILME

Minha Mãe É Uma Peça 3 lidera bilheteria e ultrapassa Frozen 2

Publicado

em



Mais uma marca foi alcançada pelo fenômeno Dona Hermínia! “Minha Mãe É Uma Peça 3” superou a animação Frozen 2, na última quinta (09), e ficou em primeiro lugar no ranking de bilheteria do país. O longa levou aos cinemas 284.545 mil pessoas e teve renda de R$ 4,6 milhões, enquanto Frozen obteve público de 266.813 mil espectadores com R$ 4,4 milhões arrecadados, segundo dados do FilmeB. A comédia estrelada por Paulo Gustavo e dirigida por Susana Garcia já acumula 5.861.612 milhões de ingressos vendidos.

No terceiro filme da franquia, essa supermãe vai ter que segurar a emoção para lidar com tantas novidades e um novo cenário de vida: Marcelina (Mariana Xavier) está grávida e Juliano (Rodrigo Pandolfo) vai casar.

A franquia “Minha Mãe É Uma Peça” é baseada na peça de mesmo nome, criada e estrelada por Paulo Gustavo que levou milhões de espectadores ao teatro ao longo dos anos em cartaz. Lançados em 2013 e 2016, os dois primeiros filmes levaram juntos mais de 13 milhões de espectadores aos cinemas com uma arrecadação total de R$173.798.332,00 (*Fonte: Filme B).

No último longa da personagem, Dona Hermínia teve que lidar com a “síndrome do ninho vazio”, já que seus filhos, Juliano e Marcelina, resolvem sair de casa. A comédia bateu, na época, o recorde de maior renda do cinema brasileiro (R$ 124.258.727,00) e foi a maior bilheteria entre os filmes nacionais do ano, com público superior a 9 milhões de pessoas. (*Fonte: Filme B).

A produção de “Minha Mãe É Uma Peça 3” é da Migdal Filmes e a distribuição é da Downtown Filmes, em codistribuição com a Paris Filmes, coprodução da Globo Filmes, Telecine, Universal Pictures International e Paramount Pictures Corporation.


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998