Oi, o que você está procurando?

São Paulo

Mãe, avós e tios são presos acusados de torturar e matar criança de 3 anos

O menino chegou ao hospital com sinais de agressão e tortura. Cinco pessoas da família estão sendo investigadas pelo crime

Uma mãe, tios e avós são suspeitos pela morte de uma criança de 3 anos. Eles foram presos, em São Paulo, e indiciados por lesão corporal e tortura. A informação é do portal G1.

De acordo com a reportagem, no dia 29 de dezembro de 2018, o menino foi levado por familiares ao Hospital de Paralheiros. Ele teria chegado machucado e morreu um dia depois, em 30 de dezembro.

A suspeita dos médicos foi de que a morte teria ocorrido em decorrência de maus-tratos que a vítima sofreu. Antes de morrer, Victor apresentava sinais de agressão, maus-tratos, somado o estado debilitado por uma desnutrição e foi entubado. A equipe médica então acionou a polícia, que prendeu três parentes em flagrante e pediu à Justiça a prisão preventiva de mais dois familiares.

O grau de parentesco dos presos com a criança e seus nomes não foram divulgados pela SSP. Mas a TV Globo obteve informações com policiais, no entanto, de os presos são a mãe, os tios e avós do menino. Um tio é militar do Exército e foi transferido para um batalhão.

Exército
Por meio de nota, o Exército comentou a prisão de um de seus integrantes, que é tio do menino morto. O homem é soldado e serve na Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo.

“O militar ficará preso no 2º Batalhão de Polícia do Exército, em Osasco (SP), à disposição da Justiça. O CMSE ressalta que repudia qualquer ato que atente contra a dignidade humana”, informa nota do Comando Militar do Sudeste do Exército brasileiro.

Investigação
O caso foi registrado no 101º Distrito Policial (DP), Jardim das Imbuías, mas será investigado pelo 25º DP, Paralheiros. Victor nasceu em 27 de março de 2016 e morava com a família no Jardim São Noberto. Ele faria 4 anos neste ano.

Segundo policiais, os parentes alegaram que batiam no menino com palmadas e cinto porque ele era muito “peralta”.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!