Connect with us

arte

Grupo faz apresentação de tambores japoneses no Sesc Birigui

Publicado

em



Aproveitando que as Olimpíadas de 2020 serão realizadas no Japão, em Tóquio, além de trazer a temática dos Jogos Olímpicos para o Sesc Verão 2020, o Sesc incluiu também fora de sua programação esportiva deste ano um recorte da cultura nipônica. No Sesc Birigui, a primeira atividade com a temática será a apresentação de taiko do grupo araçatubense Ryuumei Wadaiko, no sábado, dia 18, às 16h, na Área de Convivência. A entrada é gratuita.

Coordenado pela musicista Mizue Sawada Otsuka, o grupo é formado por 25 jovens integrantes da Associação Nipo-Brasileira de Araçatuba, e surgiu no final de 2002, a partir da vontade de trazer para Araçatuba e região a milenar arte dos tambores japoneses, que estão entre os mais antigos instrumentos musicais da humanidade.

Os integrantes têm como ponto de partida a disciplina, o respeito e companheirismo, como explica Mizue. Segundo ela, a partir do taiko como instrumento principal, contam histórias por meio de músicas que incluem outros elementos sonoros e movimentos corporais, harmonizando potência com suavidade, precisão e emoção. As apresentações trazem aos espectadores o resultado da união do oriente e do ocidente, oferecendo mais diversidade à cultura brasileira.

Desde sua fundação, o Ryuumei Wadaiko (que significa “rugido do dragão”) tem participado de apresentações locais e regionais, além de festivais e campeonatos, tendo conquistado a terceira colocação na competição brasileira de taiko.

Tambores
O instrumento de percussão japonesa surgiu há mais de 2000 anos e, ao longo do tempo, já foi utilizado com propósitos militares, religiosos, artísticos e práticos, devido ao seu som vigoroso e místico. Existem diversos tipos de taiko, que variam em tamanho, formato, material, método de fabricação, método de afinação, origem e forma de uso.

Leia também:   Mostra Fotográfica sobre rios e lagos paulistas vai até sexta no Centro Cultural de Andradina

A palavra “taiko”, porém, carrega um significado mais amplo e profundo; define também a prática da arte de tocar esses tambores e tudo o que a envolve, como as possibilidades de incorporar e expressar sentimentos, e os valores morais e sociais em busca do constante aperfeiçoamento.

Serviço

Apresentação de Taiko
Com grupo Ryuumei Wadaiko
Dia 18, sábado, às 16h
Área de Convivência do Sesc Birigui
(Rua Manoel Domingues Ventura, 121, Vl Xavier)
Grátis
Informações: sescsp.org.br/birigui

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998