Oi, o que você está procurando?

Fatalidade

32 pessoas morreram nas rodovias paulistas durante feriado

A polícia rodoviária também flagrou 772 motoristas dirigindo sob efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas.

Balanço divulgado hoje (3) pelo Comando de Policiamento Rodoviário, da Polícia Militar de São Paulo, apontou que 32 pessoas morreram e 115 ficaram feridas gravemente em acidentes provocados nas rodovias paulistas durante a Operação Ano Novo.

As ações ocorreram entre os dias 27 de dezembro (sexta-feira) e 02 de janeiro (ontem). De acordo com o balanço, foram registrados 428 acidentes com vítimas no estado.

A Polícia Rodoviária Estadual não comparou o levantamento com os registros do mesmo período do ano passado. De acordo com a corporação, a operação anterior transcorreu no período de sete dias, enquanto neste ano foram apenas cinco dias.

Segundo o policiamento rodoviário, 1,2 milhão de veículos deixaram a capital paulista durante o período de ano-novo.

Os boletins de ocorrência, segundo a PM, demonstraram que a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada. Do total de óbitos, 13 ocorreram em decorrência de colisões, cinco por tombamentos e cinco por atropelamentos.

Durante a Operação Ano Novo 2020, a polícia fez 87.961 autuações por infrações de trânsito, sendo que a maioria foi por excesso de velocidade (40.562 casos).

A segunda maior ocorrência foi pela não utilização de cinto de segurança (11.083 casos). A polícia rodoviária também flagrou 772 motoristas dirigindo sob efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas.

Houve também a prisão de 68 pessoas em flagrante e a recaptura de 34 procurados pela Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!