Oi, o que você está procurando?

Impasse

Viúva de Gugu entra na Justiça para administrar herança

Rose Di Matteo, companheira de Gugu Liberato, entrou na Justiça para administrar a herança deixada pelo apresentador, que morreu em 22 de novembro, nos Estados Unidos.

O advogado Nelson Wilians, que representa a viúva, apresentou requerimento pedindo para que ela seja a inventariante dos bens do artista. Na prática, o inventariante tem várias responsabilidades dentro do processo de inventário relacionadas à posse e administração do patrimônio deixado.

De acordo com Willians, o inventário foi aberto há cerca de um mês, mas Rose e as filhas menores de idade do casal não têm nenhuma informação sobre o patrimônio e a administração dos bens.

“Além de companheira de Gugu por quase duas décadas, a viúva também é a representante legal de Sofia e Marina, as gêmeas e filhas caçulas que teve com o apresentador”, diz a nota enviada pelo escritório de advocacia ao Estadão.

Aparecida Liberato, atual inventariante, emitiu um comunicado à imprensa, em 19 de dezembro, dando detalhes do testamento. A irmã do apresentador informou que a maior parte da herança ficará com os três filhos de Gugu.

“Antonio Augusto de Moraes Liberato, em plenas capacidades físicas e mentais, deixou testamento, onde expressa suas últimas vontades e dispõe dos seus bens móveis, imóveis, materiais e imateriais, contemplando seus familiares e principalmente, em quase sua totalidade os seus três filhos, João Augusto, Marina e Sofia”, diz.

O testamento foi lido por Carlos Eduardo Farnesi Regina, por mais de vinte anos advogado de Gugu, na presença de tabelião e notário, da companheira do apresentador, Rose Miriam Di Matteo, dos filhos e familiares. O documento foi reconhecido e assinado espontaneamente pelos envolvidos.

Segundo o comunicado de Aparecida Liberato, Rose e filhos foram induzidos a assinarem uma procuração para constituir um novo advogado. “Rose Miriam Di Matteo e João Augusto, filho do apresentador, foram levados por seus parentes, às 21h, a residência de um outro advogado, que não obstante, mesmo sabendo que a mesma (Rose) já havia constituído advogado para si e para seus filhos, foi levada a assinar uma outra procuração, constituindo um segundo advogado”, afirma.

Ainda no comunicado, a irmã de Gugu disse que a situação foi resolvida: “Ciente posteriormente de que tal fato poderia ocasionar problemas ao espólio, o que fatalmente acarretaria uma disputa judicial entre mãe e filhos, houve por bem, por parte de Rose Miriam, redigir e enviar carta de punho próprio revogando e retirando a representação deste segundo advogado. Isto posto, percebe-se que a indução e mal aconselhamento está vindo de terceiros não contemplados no aludido testamento. Terceiros estes que usam de má fé para criar problemas constituindo novos advogados com a única finalidade de obstruir a vontade legítima de Antonio Augusto Moraes Liberato, tão bem expressa em seu testamento, que por legítimo é incontestável”.

Aparecida Liberato ressalta que, desde o momento da notícia da morte de Gugu, Rose vem sendo assediada por inúmeros advogados, nos Estados Unidos e no Brasil. O apresentador nomeou a irmã como inventariante e curadora legal dos filhos menores.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo e do portal Terra.


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!