CONECTE CONOSCO

EUA

Surfista de 7 anos tromba com tubarão em uma praia na Flórida

Garoto não foi mordido e não saiu machucado; praia é uma dos pontos do mundo onde há mais tubarões-galha-preta no mundo.

Publicado em



O garoto Chandler Moore, de 7 anos, surfava na Flórida, nos Estados Unidos, durante o feriado de Ação de Graças, quando ele trombou com um tubarão.

O pai do garoto, Shaun Moore, também estava na água. O menino surfa desde os 4 anos de idade, e sua prancha tem uma câmera na ponta.

O garoto se firmava na prancha em uma onda quando foi atingido. Ele pensou inicialmente que era um peixe normal.

Eles só perceberam que o jovem surfista tinha trombado com um tubarão quando eles olharam o vídeo capturado pela câmera.

O menino não foi mordido e não se machucou.

Foi possível identificar a espécie como um tubarão-galha-preta. Ela é comum na praia de New Smyrna, onde pai e filho surfavam.

Na Flórida, há uma entidade que registra ataques de tubarão, a International Shark Attack File. Pelas estimativas dessa organização, quem já nadou nas águas de New Smyrna já esteve a 3 metros de distância de um tubarão.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

Lil Bub

Gata fenômeno no Instagram morre aos 8 anos

Publicado em

A gatinha Lil Bub, que fez sucesso no Instagram e conquistou mais de 2,3 milhões de fãs na plataforma digital, morreu neste domingo (1º).

A notícia foi revelada em uma publicação, feita pelo dono da mascote, Mike Bridavsky: “Na manhã de domingo, 1º de dezembro de 2019, nós perdemos a mais pura, amável, e mágica força viva do nosso planeta”, diz a mensagem compartilhada na internet. Também foi revelado que o felino morreu “pacificamente” enquanto dormia.

“Eu sempre fui totalmente transparente sobre a saúde da Bub, e não era segredo que ela estava batalhando uma infecção persistente e agressiva nos ossos. Apesar disso, nós não esperávamos que ela morresse tão rápido e de maneira tão abrupta, sem avisos. Realmente acredito que ela fez a decisão consciente de abandonar seu corpo para que a nossa família não precisasse tomar essa decisão por ela”, continua a mensagem.

“É impossível colocar em palavras o efeito profundo que a Bub teve na minha vida, na vida de milhares de pets em abrigos, e na vida dos que se preocuparam com ela como se ela fosse da família. Ela me ensinou tudo o que eu sei sobre amor incondicional.”

Na mensagem, Bridavsky ainda relembra a importância da gata para a vida de outras mascotes. A felina vou responsável por fundar “o primeiro fundo nacional para pets com necessidades especiais” e também foi cobaia para pesquisas de genética e biologia.

“Ela ajudou a arrecadas mais de 700 000 dólares para animais em necessidade e espalhou uma mensagem de determinação, positividade e perseverança para pessoas de todo o mundo.” “Querida Bub, eu nunca vou me esquecer da sua generosidade, seu estoque infinito de amor, ou sua habilidade de trazer tanta alegria e magia ao mundo”.

Leia também:   Trump ameaça taxar metais brasileiros e Bolsonaro diz que ligará para ele 'se for o caso'

Lil Bub foi resgata em 2011 após ser encontrada em Indiana, nos Estados Unidos.  Ela nasceu com várias “anomalias genéticas”. Ela também permaneceu com o tamanho de um filhote por toda a vida e também tinha um “caso extremo de nanismo.”

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

Trump ameaça taxar metais brasileiros e Bolsonaro diz que ligará para ele ‘se for o caso’

Publicado em

© REUTERS/Carlos Barria

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (2) que pode conversar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a respeito da decisão anunciada pelo líder norte-americano de retomar tarifas sobre importações de metais do Brasil.

“Vou falar com o Guedes hoje. Alumínio? Vou falar com o Paulo Guedes agora. Se for o caso, ligo pro Trump, eu tenho um canal aberto com ele. Converso com o Paulo Guedes e depois dou uma resposta, para não ter que recuar”, disse Bolsonaro a jornalistas em entrevista na saída do Palácio da Alvorada.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou mais cedo uma aplicação de sobretaxas alfandegárias contra o aço e o alumínio importados de Brasil e Argentina.

Em seu perfil no Twitter, o magnata acusou os dois países de realizarem uma “desvalorização maciça de suas moedas”, o que “não é bom” para os agricultores americanos. “Portanto, com efeito imediato, vou restaurar as tarifas contra o aço e o alumínio enviados para os EUA a partir destes países”, escreveu.

Trump também pressionou o Federal Reserve (FED), banco central dos Estados Unidos, a agir para que outros países “não tirem mais vantagem” do fortalecimento do dólar, “desvalorizando ainda mais suas moedas”. “Isso torna muito difícil para nossos manufatureiros e agricultores exportarem seus produtos”, acrescentou, pedindo para o FED baixar os juros.

O real já acumula desvalorização de 9,4% em relação ao dólar comercial desde o início do ano.

Alinhamento

Desde que assumiu o governo, o presidente Jair Bolsonaro adotou um alinhamento automático com Trump em política externa e ofereceu aos EUA acesso à base de lançamento de foguetes de Alcântara (MA), além de ter isentado turistas americanos de visto.

A Casa Branca, por sua vez, designou o Brasil como “aliado extra-OTAN”, mas ainda não formalizou seu apoio à entrada do país na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), dando preferência para Argentina e Romênia.

Leia também:   Trump ameaça taxar metais brasileiros e Bolsonaro diz que ligará para ele 'se for o caso'

Nos últimos meses, no entanto, o governo brasileiro vem ensaiando uma aproximação com a China, que trava uma guerra comercial com Trump. As sobretaxas americanas contra aço (25%) e alumínio importados (10%) haviam sido anunciadas pelo presidente no início de 2018, mas logo depois ele isentou Brasil e Argentina da cobrança.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
  96