Oi, o que você está procurando?

Especial

Portunhol de Roberto Carlos amarga pior audiência da história

A audiência reagiu mal à mudança de formato do especial de Roberto Carlos. Exibido na última sexta-feira (20), o programa amargou o pior índice em 45 anos de história.

Pela primeira vez nestas quatro décadas e meia, o Rei não gravou um show especialmente para a emissora; a atração reuniu trechos de espetáculos de Roberto em Curitiba, Lisboa, Londres, Madri, Miami e Nova York.

Mesclando canções em português e espanhol – o que rendeu inúmeras críticas na internet –, Roberto Carlos Especial – Além do Horizonte registrou somente 17,5 pontos. Ano passado, o programa já havia batido recorde negativo, 21,2 de média. Em 2017, foram 31,2 pontos. Os dados são referentes a Grande São Paulo.

Após o show, o Jornal da Globo atingiu 11,4 de média. O Conversa com Bial, porém, anotou apenas 6,8 pontos. Logo após, 4,5 da série Agente Carter, 3,9 de O Voo da Fênix (2004) e 3,1 de Chico – Artista Brasileiro (2015), ambos em cartaz no Corujão.

A emissora também amealhou números modestos nas faixas matutina e vespertina. O Bom Dia São Paulo garantiu o melhor desempenho da manhã, com 8,1 de média. O Bom Dia Brasil perdeu somente um décimo (8). O Mais Você de Ana Maria Braga marcou 6,2 pontos, enquanto o Encontro com Fátima Bernardes amargou 5,5.

Dentre os noticiários vespertinos, destaque para o Jornal Hoje: 8,8 de média, acima dos 8,1 alcançados pelo SP1 e dos 8,4 acumulados pelo Globo Esporte SP. O Se Joga, porém, fez o canal desabar: 7 pontos. Com o filme O Reino Proibido, a Sessão da Tarde garantiu 9,7. No horário nobre, 22,4 do SP2 e 25,5 para o Jornal Nacional.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!