Connect with us

Engasgamento

Policiais militares salvam vida de bebê em Rosana

Publicado

em



Uma dupla de policiais da 2ª Cia do 2° BPRv (Batalhão de Polícia Militar Rodoviária) foi responsável por salvar a vida de um bebê, com apenas 16 dias de vida – que estava engasgado e inconsciente – na noite da última quinta-feira (12) no município de Rosana (SP).

O cabo Fábio José de Souza e o soldado Evandro Devanir dos Santos estavam na base da companhia, na Rodovia Arlindo Bétio, km 75,5, quando foram abordados por um pai e uma mãe, com seu bebê ao colo. A criança estava inconsciente devido a um engasgo que obstruiu suas vias respiratórias.

Imediatamente o cabo Fábio José tomou a criança em suas mãos e deu início à manobra de Heimlich, executada por aproximadamente 40 ou 50 segundos. Assim que a criança reagiu, e manifestou os primeiros sinais de retomada de consciência, o soldado Evandro executou a aspiração do líquido para possibilitar que o bebê voltasse a respirar normalmente.

Na sequência, a criança e os pais foram encaminhados ao Hospital Estadual de Porto Primavera onde receberam tratamento médico especializado. A criança passa bem e já recebeu alta.

“No momento da ocorrência é preciso manter a calma e colocar em prática o nosso treinamento. Depois do desfecho positivo, sim, vem a sensação de alívio e a felicidade por ter ajudado a salvar a vida da criança e a alegria em receber o agradecimento dos pais”, afirma o cabo Fábio José.

O soldado Evandro cita a importância de estar sempre preparado para atender quaisquer eventualidades que se apresentem.

“Esta semana mesmo eu compartilhei uma matéria de outros colegas da Polícia Militar que salvaram a vida de um bebê que estava engasgado. Não poderia imaginar que dias depois o mesmo aconteceria comigo”, finaliza.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
SSP-SP
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998