Oi, o que você está procurando?

injúria racial

Irritada com interfone quebrado, mulher chama porteiro de macaco

Uma mulher foi detida na noite dessa terça-feira (24), véspera de Natal, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela é acusada pelo porteiro do prédio onde reside de injúria racial. Segundo o trabalhador, a moradora o chamou de “macaco, safado e fedorento”. As informações são do G1.

À Polícia Militar, o porteiro Gilvan Vitalino, de 43 anos, disse que o interfone do edifício não estava funcionando e, por orientação do síndico, todos os moradores deveriam se dirigir à portaria para liberar a entrada de visitas.

A mãe da suspeita, de 31 anos, chegou ao local e seguiu a orientação do porteiro, no sentido de ligar para a filha e pedi-la para descer e liberar a entrada.

Assim que chegou para liberar o acesso da mãe, a acusada teria chamado Gilvan de “macaco, safado e fedorento”. Vizinhos que testemunharam o ocorrido acionaram a polícia.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!