CONECTE CONOSCO

apuração

Comando afasta PMs que atuaram em tumulto que matou nove em SP

Publicado em



O comando-geral da Polícia Militar de São Paulo anunciou o afastamento do trabalho nas ruas dos policiais envolvidos na ação que deixou nove jovens mortos e dezenas de feridos durante um baile funk na favela de Paraisópolis, na zona sul da capital paulista, na madrugada deste domingo 1º.

O afastamento já havia sido requisitado pela Ouvidoria da PM à Corregedoria da corporação, que está à frente das investigações.

A medida é considerada de praxe em investigações sobre letalidade policial, e o afastamento é determinado até a conclusão das apurações.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta segunda-feira, 2, que as mortes foram provocadas pelos criminosos, e não pela PM. Por isso, declarou o governador, a política de segurança no estado não irá mudar.

A tragédia ocorreu após chegada da PM ao local, quando as vítimas morreram pisoteadas. No total, doze pessoas foram levadas para o pronto-socorro. De acordo com as autoridades, a festa abrigava cerca de cinco mil pessoas.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Veja.com/ MSN
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998