Connect with us

investigado

Auxiliar do IML é denunciado por violar corpo de mulher em Manaus

O ex-funcionário pode pegar uma pena de um a três anos de prisão e multa

Publicado

em



Nesta quinta-feira (12), um auxiliar de necropsia do Instituto Médico Legal de Manaus, no Amazonas, foi demitido por suspeita de violar o cadáver de uma mulher. O caso teria ocorrido na madrugada do dia 24 de novembro e desde então, o homem estava sendo investigado.

De acordo com o jornal ‘Extra’, a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-AM) informou que o profissional foi flagrado “arrumando as calças enquanto descia subitamente de uma mesa de necropsia onde havia um cadáver do sexo feminino”.

Outros funcionários do IML contaram em depoimento no 27º Distrito Integrado de Polícia Civil (DIP), que investiga o caso, que o suspeito de necrofilia deixou o expediente no dia 23 de novembro para assistir ao jogo final da Copa Libertadores e retornou para o trabalho embriagados.

O ex-funcionário deve responder por vilipêndio de cadáver, que prevê pena de um a três anos de prisão e multa.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Notícias ao Minuto
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998