CONECTE CONOSCO

Campeonato

São Paulo vence a Chapecoense e segue firme no G-4 do Brasileirão

Publicado em



Na noite deste sábado (2), o São Paulo visitou a Chapecoense, na Arena Condá, e conquistou uma importante vitória para se manter firme no G-4 do Campeonato Brasileiro. Pela 30ª rodada, o Tricolor bateu o time catarinense por 3 a 0 e agora tem 52 pontos, no quarto lugar na tabela de classificação. A Chape, com 21, ocupa a 19ª posição.

O jogo

Jogando fora de casa, o São Paulo saiu na frente logo aos seis minutos de partida. Após falta cobrada por Daniel Alves pela esquerda, Bruno Alves cabeceou direto para o fundo das redes: 1 a 0.

Atrás no placar, a Chapecoense começou a atacar mais e abriu campo para o Tricolor, que conseguiu fazer o segundo aos 23.

Anthony puxou contra-ataque e rolou para Vitor Bueno se livrar de Douglas e do goleiro Tiepo com frieza e ampliar. Mesmo com a desvantagem, a Chape seguiu pressionando, mas viu Tiago Volpi fazer boas defesas para o Tricolor.

No segundo tempo, o time da casa dominou as ações e deu trabalho para Tiago Volpi. Na primeira boa chegada, Renato acertou o travessão.

Depois, Volpi pegou os chutes de Arthur Gomes, Elicarlos, Rafael Pereira e Camilo. O Tricolor, em vantagem, ia segurando a pressão da Chape até que voltou a ficar ofensivo.

Aos 34, Antony soltou uma bomba de pé esquerdo para ampliar. E, aos 40, Reinaldo cobrou falta da esquerda, e Bruno Alves cabeceou para o fundo das redes, mas estava em posição irregular e o gol não foi validado. Mesmo assim, os visitantes administraram o resultado até o apito final e garantiram os três pontos na rodada.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
CBF
Anunciante

FUTEBOL

Flamengo vence Grêmio e pode ser campeão Brasileiro no próximo domingo

A equipe carioca soma 21 jogos de invencibilidade no Brasileirão

Publicado em

O atacante Gabibol marcou o gol solitário da partida, de pênalti, aos 36 minutos do primeiro tempo; na segunda etapa, acabou expulso - Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo venceu o Grêmio por 1 a 0 neste domingo (17), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Gabigol marcou o gol solitário da partida, de pênalti, aos 36 minutos do primeiro tempo. O jogador foi expulso quando o relógio marcava 28 minutos da segunda etapa.

Líderes da competição, os cariocas chegaram a 81 pontos e aumentaram a distância para o segundo colocado, o Palmeiras, que empatou com o Bahia em 1 a 1 também neste domingo.

Com estes resultados, os rubro-negros podem ser campeões no próximo final de semana, mesmo sem jogar pelo Brasileirão. Para isso acontecer, o time paulista não pode vencer o Grêmio, na Arena Palmeiras, em São Paulo, no próximo domingo (24).

Já o Grêmio continua na quarta posição, com 56 pontos. A distância para o São Paulo, na quinta posição, é de 3 pontos.

O Flamengo volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no dia 27 de novembro, contra o Ceará, no Maracanã. Mas antes, a equipe decide no sábado (23), em Lima, no Peru, a final da Copa Libertadores da América contra o River Plate, da Argentina, no estádio Monumental de Lima.

O grupo do técnico Jorge Jesus treina até quarta-feira (20) no Centro de Treinamento George Helal, o Ninho do Urubu. Após as atividades do dia, o time viaja para a capital peruana, onde fica concentrado até a partida.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

FUTEBOL

Em novo jogo dramático, Brasil bate o México e é tetra do sub-17

Publicado em

A Seleção Brasileira conquistou o tetracampeonato do Mundial sub-17, na noite deste domingo (17/11/2019), no Bezerrão, com uma vitória dramática sobre o México por 2 x 1, de virada, com gols de Bryan Gonzalez, Kaio Jorge, de pênalti, e Lazaro, de novo, nos acréscimos.

O título coroa uma excelente campanha invicta dos comandados de Guilherme Dalla Dea, que chegaram a perder uma de suas referências, o atacante Talles Magno, do Vasco, por lesão, na partida de oitavas de final contra o Chile, e viveram um drama na fase anterior, contra a França, partida em que começaram perdendo de 2 x 0 e, graças a um esforço heróico, venceram por 3 x 2 nos minutos finais, com gol, também, de Lazaro.

Sem Talles, nomes como Veron, Peglow e Kaio Jorge, atletas de Palmeiras, Internacional e Santos, respectivamente, se destacaram e comandaram o Brasil ao título que a Seleção já havia vencido em 1997, com Ronaldinho Gaúcho como destaque, 1999 e 2003. Com o título, os brasileiros se aproximam da Nigéria, a maior vencedora da categoria, com cinco conquistas.

Confira, abaixo, como foi a campanha da Seleção rumo ao tetra do Mundial sub-17:

Primeira fase:
Brasil 4 x 1 Canadá
Brasil 3 x 0 Nova Zelândia
Brasil 2 x 0 Angola

Oitavas de final
Brasil 3 x 2 Chile

Quartas de final
Brasil 2 x 0 Itália

Semifinal
Brasil 3 x 2 França

Final
Brasil 2 x 1 México

Na cerimônia de premiações individuais, Veron foi eleito o melhor jogador do torneio.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998