CONECTE CONOSCO

música

Flávio Venturini faz show gratuito no Sesc Birigui nesta sexta-feira

Publicado em

Ícone da MPB apresenta as canções de seu mais recente projeto: "Paisagens Sonoras"; entrada é gratuita - Foto: Divulgação


Um dos ícones do Clube da Esquina, movimento musical brasileiro que surgiu em Minas Gerais na década de 1970, o cantor e compositor Flávio Venturini se apresentará no Sesc Birigui no dia 29, às 20h. A entrada é gratuita e não é necessário retirar ingressos antecipadamente.

No palco montado na Quadra Poliesportiva do Sesc, Flávio apresentará as canções de seu mais recente projeto: “Paisagens Sonoras”. A base do show são alguns de seus sucessos, como “Todo azul do mar”, “Noites com Sol”, “Pierrot” e a versão em inglês para “Nascente”.

O músico mostrará ainda sua ligação com o erudito com uma roupagem popular, por meio de canções como “Céu de Santo Amaro”, “Fotografia de um amor” e “Retratos”. O show ainda contará com temas instrumentais, sempre presentes em sua carreira.

Flávio Venturini foi integrante das bandas 14 Bis e O Terço e, em 1982, iniciou carreira solo, com o lançamento de “Nascente”, seu primeiro álbum. Em sua trajetória como cantor, pianista e arranjador, vendeu mais de 1 milhão de cópias em 25 álbuns, com inúmeras músicas emplacadas para o teatro, cinema e TV.

Milton Nascimento, Caetano Veloso, Nana Caymmi, Ivan Lins, Renato Russo, Ed Motta, Guinga, André Mehmari, Leila Pinheiro, Ney Matogrosso, Alcione, João Bosco e Jorge Vercillo são alguns dos artistas da MPB que já interpretaram composições de Flávio Venturini.

Mais sobre Flávio Venturini

O primeiro disco solo de Flávio, “Nascente”, o revelou como intérprete e autor apurado, a partir da faixa-título, gravada anteriormente por Milton Nascimento, e das clássicas “Espanhola” e “Princesa”.

Ao longo dos anos 1980 e 1990, se consagrou com um dos grandes hitmakers brasileiros, por álbuns como “Andarilho de Luz” (1984), “Cidade Veloz” (1990), “Noites com Sol” (1994), “Beija-Flor” (1996) e “Trem Azul” (1998).

Leia também:   Para novo presidente da Funarte, rock induz às drogas, ao aborto

Lançou o DVD “Não se Apague esta Noite” (2009), gravado ao vivo no Museu das Artes da Pampulha, em Belo Horizonte, e os discos “Canção sem Fim” (2006) e “Por que Não Tínhamos Bicicleta” (2004), ambos por seu próprio selo, Trilhos.Arte.

Sempre se apresentando pelo Brasil e por festivais no exterior, Flávio Venturini lançou em 2013 seu mais recente CD de Inéditas, o “Venturini”, mostrando várias tendências do seu rico universo de composição.

Serviço
Show “Paisagens Sonoras” – com Flávio Venturini
Sexta, 29 de novembro, às 20h
Quadra Poliesportiva do Sesc Birigui
(Rua Manoel Domingues Ventura, 121, Vl. Xavier)
Grátis – Sem retirada de ingressos (respeitando a capacidade do local)
Informações: www.sescsp.org.br/birigui


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

tratamento

Cláudia Rodrigues é internada novamente às pressas em SP

A atriz sofre de esclerose múltipla e voltou a ser internada

Publicado em

Nesta segunda-feira (2), a atriz Cláudia Rodrigues, que sofre de esclerose múltipla, foi internada às pressas no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Em entrevista ao ‘Estadão’, a empresária da artista, Adriane Bonato, comentou que ela está na ala da neurologia devido a fortes dores de cabeça.

As dores na cabeça se intensificaram muito desde a última internação. Sábado, ela foi a um casamento e, ontem, tomou Tylenol por conta das dores. Depois, foi internada. Pedimos urgência na medicação para este novo tratamento [da esclerose múltipla]. Estamos confiantes para que a doença consiga parar de evoluir”, explicou.

Vale lembrar que na última internação de Cláudia, em outubro desse ano, ela chegou a ficar em estado grave, mas conseguiu se recuperar, teve alta e concedeu algumas entrevistas no qual disse que tinha vontade de voltar a trabalhar.


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

música

Alunos do Projeto Guri de Araçatuba e violonista Paulo Porto Alegre se apresentam no Sesc Birigui

Publicado em

Na sexta, dia 6, às 19h, o Teatro do Sesc Birigui recebe o Grupo de Referência de Araçatuba do Projeto Guri – Camerata de Violões, que se apresentará ao lado do violonista Paulo Porto Alegre. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados no local a partir das 18h.

Composições do alemão Johann Sebastian Bach (1685 – 1750), transcritas para o violão por J. F. Fabiani, e dos brasileiros Geraldo Ribeiro e Daniel Murray, além de peças compostas pelo próprio Paulo Porto Alegre, estarão no repertório.

O violonista Paulo Porto Alegre

O paulistano Paulo Porto Alegre é um dos principais violonistas-compositores brasileiros da atualidade. Teve diversas conquistas importantes ao longo de sua carreira: foi vencedor do V Concurso Internacional de Violão Palestrina (1979), III Concurso Internacional de Violão do Festival Villa-Lobos (1984) e Première Mention do XXVIII Concours International de Composition de l’ORTF, de Paris (1986).

Já se apresentou como solista com as principais orquestras do Brasil, Canadá, EUA, Europa e Ásia, sob a regência de nomes como Camargo Guarnieri, Fábio Mechetti, Isaac Karabtchevsky, Andrew Constantine entre outros. Gravou obras que lhe foram dedicadas por compositores como Aylton Escobar, Radamés Gnattali, Sérgio Assad, Eduardo Fernández e Guido Santorsola, e já teve seu trabalho produzido por pelo célebre músico brasileiro Egberto Gismonti.

Grupo de Referência

Nascida em 2013, a Camerata de Violões do Projeto Guri de Araçatuba é um dos 13 Grupos de Referência que o projeto mantém no Estado de São Paulo, regida pelo educador Paulo Renato Lourenço. Assim como os outros, o grupo é formado por alunos do projeto que apresentam maior desenvolvimento técnico e em condições de executar obras originais e arranjos mais elaborados. A camerata de Araçatuba já se apresentou ao lado do violonista Edson Lopes, o Duo Siqueira Lima, Fabio Bartoloni, Sidney Molina e o multi-instrumentista Zé Renato Gimenes (de Araçatuba).

Leia também:   Silvio Santos pede para Lívia Andrade mostrar os seios: 'Quero saber qual é o mais bonito'

Serviço
Grupo de Referência de Araçatuba do Projeto Guri – Camerata de Violões
Convidado especial: Paulo Porto Alegre
Dia 6 de dezembro, às 19h
Teatro do Sesc Birigui
(Rua Manoel Domingues Ventura, 121, Vl. Xavier)
Grátis – Retirada de ingressos com 1h de antecedência
Informações: www.sescsp.org.br/birigui


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
  118