Oi, o que você está procurando?

PENÁPOLIS

Familiares e amigos farão homenagem a jovem que morreu após queda de marquise de shopping

Grupo fará caminhada em silêncio pelas ruas centrais com camisetas e faixas em memória de Késia

Familiares de Késia Aquilino Cândido, de 18 anos, que morreu após a marquise do Penápolis Shopping Center cair sobre ela farão, no próximo sábado (30), a partir das 11h, um ato em homenagem a vítima. O acidente, que aconteceu no último dia 23, completará uma semana.

Aproximadamente 100 camisetas com a foto da jovem estão sendo confeccionadas. Faixas com frases para reflexão serão usadas. A população é convidada para participar. Sara Aquilino Cândido, de 21 anos, irmã da vítima, disse que o ato tem por finalidade prestar um tributo.

“Pedimos a quem for acompanhar o ato que não fique gritando por justiça, pois a diretoria do shopping tem sido muito solícita com nossa família e o ato não tem este objetivo, mas sim lembrar da minha irmã, que era uma pessoa de bem com a vida, sorridente e feliz”, disse.

Ela acrescentou que a irmã tinha dois sonhos: conquistar a casa própria e tirar a habilitação. “Fui a última pessoa a vê-la, pois como trabalho em uma loja do shopping, minha irmã foi até lá usar meu celular para entrar em contato com o marido dela. Depois que ligou, ela sorriu e se despediu”, lembrou.

PERCURSO

O grupo se reunirá na avenida Luís Osório, próximo ao Santuário São Francisco de Assis. De lá, percorrerão, em silêncio, pelas principais ruas e avenidas da região central, até chegarem na frente da porta que dá acesso ao shopping pela avenida Bento da Cruz, onde ocorreu a queda da marquise. No local, será entoada uma música que Késia gostava. Em seguida, haverá um minuto de silêncio e a colocação de pétalas de rosas.

O prédio onde abriga o empreendimento está interditado por tempo indeterminado, após decisão da coordenadoria municipal de Defesa Civil da cidade. A medi da foi tomada até que a direção do shopping apresente um laudo técnico que ateste a segurança do prédio e a atualização do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

Assim que o documento for enviado, o órgão fará a análise para autorizar, ou não, a liberação do local ao público. A estrutura que cedeu ficava acima da entrada pela avenida Bento da Cruz. Essa parte ficará isolada. No dia do acidente, testemunhas relataram que ouviram um barulho assustador e correram para a frente do shopping, quando viram a marquise caída. Houve choro, pânico e pedidos de socorro.

Além de Késia, uma fisioterapeuta de 38 anos permanece internada em um hospital particular de Araçatuba. Ela passou por uma cirurgia na coluna. O caso causou uma forte comoção em toda a cidade. O prefeito Célio de Oliveira (sem partido) decretou luto oficial de três dias no município. Bandeiras foram hasteadas a meio mastro.

Na segunda-feira (25), uma equipe do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo) esteve analisando a estrutura do empreendimento. O IC (Instituto de Criminalística) também esteve fazendo uma nova perícia, desta vez, apoiados por uma equipe de Araçatuba especializada em edificações.

A direção do shopping informou que está em dia com as documentações e que “análise pelos engenheiros e peritos técnicos apontou que não há qualquer comprometimento na estrutura, ficando confirmada a liberação para reabertura das lojas”. (Por: Ivan Ambrósio – Jornal Interior)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!