CONECTE CONOSCO

Política

Evo Morales diz que irá convocar novas eleições na Bolívia

Decisão foi tomada após auditoria da OEA apontar irregularidades no resultado do pleito, que teve a vitória de Evo

Publicado em



O presidente Evo Morales disse neste domingo (10/11/2019) que decidiu convocar novas eleições na Bolívia. O anúncio foi feito depois que a Organização dos Estados Americanos (OEA) afirmar que houve irregularidades no pleito realizado no dia 20 de outubro.

Na ocasião, Evo foi eleito em primeiro turno, e recomendou que uma nova votação seja feita. A OEA publicou um relatório preliminar sobre o pleito, vencido por Morales – ele teve 47,07% dos votos, e Carlos Mesa, o segundo colocado, 36,51%. Como é uma diferença de mais de 10 pontos percentuais, o atual presidente foi reeleito em primeiro turno.

Em seu comunicado, a OEA diz: “A equipe de auditores não pôde validar o resultado da presente eleição, e recomenda um outro processo eleitoral. Qualquer futuro processo deverá contar com novas autoridades eleitorais para poder levar a cabo eleições confiáveis”, segundo reportagem do G1. Evo decidiu ainda renovar os membros do Tribunal Superior Eleitoral.

No dia 30 de outubro, 10 dias após as eleições e nove dias de protestos em todo o país, com dois mortos e cerca de 160 feridos, o governo da Bolívia e a OEA fecharam um acordo para a realização da auditoria da votação.

A oposição, liderada pelo candidato Carlos Mesa, principal opositor de Evo Morales nas eleições, disse não reconhecer a medida, e afirma que os termos foram definidos unilateralmente, sem a presença de representantes da oposição e da sociedade civil.

“A auditoria acordada entre a OEA e o candidato do MAS não consultou o país nem nossas condições, principalmente as de ignorar os resultados dos cálculos feitos pelo TSE [Tribunal Supremo Eleitoral] e a participação necessária de representantes da sociedade civil no processo. Não aceitamos a auditoria nos termos atuais, acordados unilateralmente”, diz o comunicado do partido Comunidade Cristã, divulgado na ocasião.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

Holanda

Menino prodígio de 9 anos se forma este ano na faculdade e quer mais

Publicado em

Um gênio de apenas 9 anos vai se formar este ano na faculdade.

Trata-se do menino Laurent Simons, que está estudando engenharia elétrica na TUE, Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda.

O garotinho prodígio da Bélgica termina sua graduação no mês que vem e já pensa na próxima. (video abaixo). Ele quer fazer doutorado em engenharia elétrica, enquanto estuda também em medicina, para poder ajudar as pessoas.

“Ele quer desenvolver órgãos artificiais”, disse o pai de Laurent à CNN.

A inteligência

Os pais dele, Lydia e Alexander Simons, contam que o filho fez testes para descobrir a extensão de seus talentos. “Eles nos disseram que ele é como uma esponja [para absorver conhecimento]”, disse Alexander.

A TUE permitiu que Laurent concluísse seu curso mais rapidamente do que outros alunos. “Laurent é o aluno mais rápido que já tivemos aqui”, disse Sjoerd Hulshof, diretor de educação do bacharelado em engenharia elétrica da TUE.

“Ele não é apenas hiper inteligente, mas também um garoto muito compreensivo.” O que todos perguntam à família é como o menino consegue aprender tudo tão rápido.

A mãe dele tem uma resposta bem humorada: “Eu comi muito peixe durante a gravidez”, brincou.

Lazer

Com tanta sede de aprender, os pais de Laurent estão tomando cuidado para deixá-lo se divertir também. “Não queremos que ele fique muito sério. Ele faz o que quiser”, disse Alexander.

“Precisamos encontrar um equilíbrio entre ser criança e seus talentos”. Laurent disse que gosta de brincar com seu cachorro Sammy e de ficar no computador e usar seu smartphone telefone, como muitas crianças.

Quando terminar a faculdade, ele planeja tirar férias no Japão para uma pausa bem merecida.

Veja mais sobre esse gênio:

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Estados Unidos

Tiroteio em casa da Califórnia deixa quatro mortos e seis feridos

A polícia afirmou que pelo menos 35 pessoas estavam na casa, em um encontro de família, quando um homem entrou no quintal e abriu fogo

Publicado em

Imagem Ilustrativa

Quatro pessoas morreram e seis ficaram feridas nesse domingo (17) à noite, em um tiroteio numa residência em Fresno, no estado da Califórnia, costa oeste dos Estados Unidos, informaram as autoridades locais.

De acordo com o chefe de Polícia de Fresno, Michael Reid, o tiroteio ocorreu numa residência, onde cerca de 35 pessoas, incluindo crianças, assistiam a um jogo de futebol.

Um ou mais atiradores entraram na residência e “abriram fogo no jardim, onde estava a maioria das pessoas”, acrescentou.

Três pessoas morreram no local, “todos homens asiáticos de 25 a 30 anos”, e uma quarta pessoa, transportada em estado crítico para o hospital, morreu devido aos ferimentos.

Seis pessoas ficaram ligeiramente feridas e não correm risco de morte, informou Reid.

A polícia analisou imagens de video da casa e recolheu testemunhos dos vizinhos, que alertaram as autoridades quando ouviram os tiros por volta das 18h de domingo (2h de segunda-feira em Lisboa), para tentar identificar e localizar os atiradores.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998