Oi, o que você está procurando?

MANUTENÇÃO

Cabeleireiro é encontrado morto no telhado de casa e pode ter sido eletrocutado

O cabeleireiro Alessandre Luiz da Silva, 44 anos, foi encontrado morto no telhado de sua casa, em Glicério, por volta de meio dia, por um empacotador de 43 anos, que é amigo da família, e foi ao local porque a esposa de Silva estava em Birigui e não conseguia contato com ele por telefone.

O empacotador, Antônio Marcos Bueno Chiderolli, contou à polícia que a esposa de Silva ligou para ele dizendo que estava em Birigui, e ficou preocupada porque não conseguia falar com o marido por telefone. Ela contou que o marido tinha avisado que iria mexer na parte elétrica da casa para tentar resolver uns problemas de choque.

Chiderolli foi até a casa do cabeleireiro e encontrou a filha dele na calçada. A menina tinha acabado de chegar da escola e chamava pelo pai, para abrir o portão. No entanto ele não respondia. A filha indicou que o pai poderia estar no telhado.

O amigo subiu e viu Silva caído, a certa distância. Ele pegou um pedaço de madeira e mexeu no braço do cabeleireiro, percebendo que não houve reação. Em seguida ele pegou na mão do amigo e percebeu que já estava enrijecida.

Anunciante

A unidade de resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada e removeu o corpo de Silva, levando até a unidade básica de saúde, onde um médico constatou, mas não atestou o óbito. Chiderolli disse que ao relar no corpo de Silva sentiu uma leve descarga elétrica. O corpo estava ao lado de vários fios. Segundo Chiderolli, que era amigo bem próximo da vítima, ele tinha o costume resolver por conta própria os problemas e manutenções da casa.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H






Anunciante
Anunciante
Anunciante